Isenção Enem 2024: veja como solicitar

Isenção Enem 2024: veja como solicitar

Saiba como solicitar a isenção do Enem 2024 e veja como justificar ausência na próxima edição do maior vestibular do Brasil

Foi dada a largada para a próxima edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem)! Você já está se preparando para a prova? Então, veja abaixo a matéria do Estratégia Vestibulares com tudo o que você precisa saber sobre a isenção do Enem 2024.

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

O que é a solicitação de isenção do Enem?

Para participar do Enem, que é considerado o maior vestibular do Brasil, todos os candidatos devem realizar o pagamento da taxa de inscrição. Esse valor, que na última edição foi de R$85, é o custo que o participante contribui para a elaboração do exame. 

Porém, para alguns candidatos o pagamento dessa taxa não é obrigatória, ou seja, a isenção é garantida. 

Para garantir o direito ao não pagamento, é preciso que o interessado declare ao Instituto Nacional de  Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio de Teixeira (Inep), órgão responsável pela prova, o interesse e também comprovar que preenche os pré-requisitos. 

Caso a isenção seja aprovada, o candidato poderá fazer o Enem 2024 gratuitamente. Se o pedido for negado, é possível recorrer à decisão.

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

Quem pode fazer a solicitação?

De acordo com o edital mais recente, poderão solicitar a isenção do Enem 2024 aqueles que: 

  • Estiverem cursando a última série do Ensino médio no ano de 2024, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública; 
  • Tiverem cursado todo o Ensino Médio em escola da rede pública ou ser bolsista integral na rede privada, além de ter renda per capita igual ou inferior a um salário mínimo e meio; e
  • Declararem situação de vulnerabilidade socioeconômica, por ser membro de família de baixa renda e que esteja inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico), desde que informe o seu Número de Identificação Social (NIS) único e válido.

É importante ressaltar que o estudante que estiver no último ano do Ensino Médio em escola da rede pública precisa fazer a solicitação de isenção. Caso o aluno não faça o pedido, poderá perder o direito ao benefício. 

Como fazer o pedido de isenção do Enem 2024?

Apesar da próxima edição ainda não ter uma data marcada, o Inep agendou para que entre os dias 15 e 26 de abril os interessados façam a solicitação na Página do Participante. Veja abaixo o passo a passo de como fazer o pedido de isenção do Enem 2024:

  • Acesse a Página do Participante do Enem;
  • Clique em “Justificativa de ausência/isenção”;
  • Selecione a imagem figura;
  • Informe seu CPF;
  • Informe sua data de nascimento; e
  • Após isso, clique no botão “Iniciar solicitação de isenção” e preencha o formulário com os dados solicitados apontando o motivo pelo qual você tem direito à isenção;

Atenção: caso você tenha garantido o direito à isenção do Enem 2023, mas faltou aos dois dias de prova é preciso fazer a justificativa de ausência para receber novamente o direito à isenção (Veja abaixo como fazer a justificativa)

  • Envie os documentos que comprovem a condição declarada; e
  • Pronto! O próximo passo é aguardar a divulgação do resultado da solicitação de isenção do Enem.

Quais são os documentos que comprovam o direito à isenção da taxa de inscrição do Enem?

Em alguns casos, é necessário realizar o envio dos documentos que comprovem o direito ao não pagamento da taxa de inscrição, seja pela escolaridade ou por questões socioeconômicas. Veja a lista de documentos aceitos, de acordo com o edital divulgado pelo Inep:

  • Documento de identificação (Cédula de Identidade) do participante e dos demais membros que compõem o núcleo familiar;
  • Declaração que comprove a realização de todo o ensino médio em escola do sistema público de ensino do Brasil (municipal, estadual ou federal) ou histórico escolar do ensino médio, com assinatura e carimbo da escola; e, no caso de participante bolsista, acrescentar a declaração da escola que comprove a condição de bolsista integral em todo o ensino médio;
  • Comprovante de pagamento, como holerite ou contracheque, recibo de pagamento por serviços prestados, envelope de pagamento ou declaração do empregador;
  • Declaração original, assinada pelo próprio interessado, para os autônomos e trabalhadores em atividades informais, contendo as seguintes informações: nome, atividade que desenvolve, local onde a executa, telefone, há quanto tempo a exerce e renda bruta mensal em reais;
  • Extrato de rendimentos fornecido pelo INSS ou por outras fontes, referente à aposentadoria, auxílio-doença, pensão, pecúlio, auxílio-reclusão e previdência privada. Na falta destes, extrato bancário identificado, com o valor do crédito do benefício;
  • Recibo de comissões, aluguéis, pró-labores e outros;
  • Recibo de seguro-desemprego e do FGTS;
  • Rescisão do último contrato de trabalho;
  • Comprovante do valor da pensão alimentícia. Na falta deste, extrato ou declaração de quem a concede, especificando o valor;
  • Comprovantes de benefícios concedidos por programas sociais, como bolsa-família;
  • Declaração original da pessoa que concede ajuda financeira ao interessado, pagamento de despesas com escola ou de outras despesas, contendo as seguintes informações: nome, endereço, telefone, valor concedido e finalidade;
  • Comprovante de residência no Brasil (conta de água, energia elétrica, gás, telefone, carnê de IPTU, correspondências oficiais ou bancárias);
  • Cópia do cartão com o Número de Identificação Social (NIS) válido, no qual está inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) ou documento com o Número de Identificação Social (NIS) válido, no qual está inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico);
  • Nome completo e CPF da mãe do participante; ou
  • Declaração escolar que comprove estar cursando a última série do ensino médio em 2021, em qualquer modalidade de ensino, em escola da rede pública, declarada ao Censo Escolar da Educação Básica.

Como fazer a justificativa de ausência do Enem?

O candidato que garantiu o direito à isenção na edição anterior do Enem, mas faltou aos dois dias de prova e deseja ter a isenção novamente precisa explicar ao Inep quais foram os motivos que o levaram a não comparecer à aplicação do exame. 

Para isso, há o período de justificativa de ausência, que é quando os candidatos podem enviar documentos oficiais que comprovem o motivo da ausência. Atualmente, podem ser motivos para justificativa: 

  • Assalto ou furto; 
  • Acidente de trânsito; 
  • Acompanhamento de cônjuge ou companheiro; 
  • Atividade curricular;
  • Casamento; 
  • Deslocamento a trabalho;
  • Emergência médica;
  • Internação/repouso/atendimento médico ou odontológico;
  • Intercâmbio acadêmico;
  • Maternidade e paternidade; 
  • Privação de liberdade; 
  • Problemas de saúde; e
  • Trabalho no dia das provas.

Na edição do Enem 2024, o prazo para fazer a justificativa de ausência da edição anterior da prova será entre os dias 15 e 26 de abril. Caso o pedido seja negado, será possível enviar um pedido de recurso entre os dias 13 e 17 de maio, o resultado definitivo será divulgado em 24 do mesmo mês. 

Quando será divulgado o resultado do pedido de isenção do Enem 2024?

Segundo o cronograma divulgado pelo Enem, o resultado da solicitação será divulgado em 08 de maio

Caso o pedido de isenção e/ou de justificativa de ausência seja negado, o candidato terá entre os dias 13 e 17 para enviar novos documentos para que o recurso seja analisado novamente. O resultado final, com a avaliação dos novos recursos, será publicado pelo Inep em 26 de maio.

Guia do Enem

Você sabia que o Enem é o segundo maior vestibular do mundo? A prova perde apenas para o Gaokao, da China. Ou seja, essa é uma das maiores oportunidades para conseguir a sua vaga dos sonhos em uma universidade, seja ela pública ou privada. 

Para te ajudar, o Portal do EV desenvolveu o Guia do Enem, com tudo o que você precisa saber sobre a sobre a prova; desde a inscrição, o que estudar, possíveis temas de redação e até indicações de onde você pode usar a sua nota para conquistar o sonho de ingressar em uma universidade de qualidade. 

Veja algumas das informações que você encontrará no Guia do Enem:

  • Calendário do Enem
  • TRI: como funciona a nota do Enem
  • Checklist: veja o que mais cai no Enem por disciplina
  • Como desenvolver repertório sociocultural para a redação?
  • Exemplos de redação nota 1.000

Como estudar para o Enem 2024?

Começou a contagem regressiva para o Enem, por isso é preciso começar os estudos o quanto antes. Afinal, por ser o maior vestibular do Brasil, a concorrência e a dificuldade do exame aumentam a cada ano. 

Para te ajudar, o Estratégia Vestibulares oferece diariamente aulas gratuitas no YouTube sobre todas as matérias que caem no Enem e em diversos vestibulares brasileiros.

Além disso, para aqueles que querem investir nos estudos, a plataforma também oferece um curso preparatório exclusivo sobre o Enem 2024, com professores especialistas na prova e com diversos benefícios. Dá só uma olhada: 

  • Curso com livros digitais;
  • Correção ilimitada de redações;
  • Fórum de dúvidas;
  • Simulados com questões inéditas;
  • Questões comentadas;
  • Mapas mentais; e
  • Entre muitas outras vantagens.

Ficou interessado? Então, clique no banner e veja tudo sobre os cursos oferecidos pelo Estratégia Vestibulares!

CTA curso Enem

Saiba mais sobre o Enem:

Você pode gostar também