Seres autótrofos: o que são, diferença de seres heterótrofos

Seres autótrofos: o que são, diferença de seres heterótrofos

No estudo da ecologia um dos primeiros conceitos encontrados são os seres autótrofos e os seres vivos heterótrofos. São classificações que abordam a forma como aquele ser consegue sua nutrição, seja a partir de si mesmo ou de outras fontes de energia. 

Se você quer entender melhor como as diversas espécies vivas podem ser classificadas conforme seu mecanismo de obtenção de alimentos, leia este artigo. Serão explicados os conceitos de seres autótrofos e heterótrofos, com exemplos e questões de vestibulares comentadas sobre o  tema.

O que são seres autótrofos?

Seres autótrofos ou autotróficos são aqueles que possuem a capacidade de produzir seu próprio alimento. Não significa que fabriquem frutos e depois os comam, por exemplo, mas é um conceito mais abstrato, que trata sobre a produção de matéria orgânica. 

Em geral, esses seres são vegetais que fabricam glicose por meio de processos bioquímicos dentro das células e essa mesma molécula será utilizada como substrato para a sobrevivência dessa planta. 

A palavra autótrofo tem origem grega e faz referência a trophos, que significa “alimentador”, e a autós, que indica “a si mesmo”. Então, são seres vivos que conseguem se alimentar independentemente de outros indivíduos. 

Para isso, são necessárias reações químicas que possuem a capacidade de converter energia. Um dos famosos mais conhecidos é a fotossíntese, que utiliza a energia luminosa para favorecer a ocorrência de uma reação, que tem como resultado a formação de glicose e água.

Os seres autótrofos mais conhecidos pela capacidade fotossintética são os vegetais, mas algas e cianobactérias também podem produzir os próprios nutrientes por meio da conversão de energia solar em energia química. 

Existem relatos de seres que conseguem realizar um metabolismo a partir da energia de compostos químicos, é o que chamamos de quimiossíntese. Quando um material inorgânico é transformado em conteúdo orgânico a partir de energia química. 

Nível trófico dos seres autótrofos

Como vimos até aqui, os seres autótrofos produzem a matéria orgânica, então não precisam consumir esse conteúdo de nenhum outro organismo. Diante do estudo das cadeias e teias alimentares, isso significa que são produtores.

Essa posição de “produtor” diz respeito aos níveis tróficos, que são uma forma de classificar os seres vivos que estão relacionados pela alimentação. Imagina que um grilo come grama, e ele será comido por um sapo, que será comido por uma cobra. 

O encadeamento desses animais e a planta é chamado de cadeia alimentar. Nesse sentido, o único ser vivo do exemplo que de fato produz energia é a grama, todos os outros apenas consomem esse conteúdo energético. 

Isso significa que os seres autótrofos concentram a maior quantidade de energia de toda a cadeia alimentar. Depois disso, todos os outros indivíduos que aparecem no fluxo são consumidores dessa energia primária, que é dissipada a cada novo indivíduo que adentra o sistema alimentar. 

Seres heterótrofos

Se a autotrofia faz referência à produção do próprio alimento, os seres heterotróficos fazem exatamente o contrário. São as espécies que precisam buscar nutrientes a partir da produção de outro (do grego, heteros) indivíduo.

Nesse caso, os processos bioquímicos da alimentação não envolvem a síntese de matéria orgânica ou glicose. Aqui, as reações são sempre de degradação do material produzido pelos produtores de energia. 

Como vimos anteriormente, esses seres podem ser classificados dentro de níveis tróficos, quando participam de cadeias alimentares. A base sempre parte de um ser autótrofo, produtor de material orgânico e energia. 

Depois disso, todos os animais e espécies que aparecem são consumidores ou decompositores daquilo que foi produzido pelo vegetal autotrófico. Em geral, os herbívoros, onívoros e carnívoros são consumidores de outras espécies, enquanto que os decompositores são fungos e bactérias que sobrevivem a partir da degradação da matéria orgânica, como restos de outros organismos. 

Seres autótrofos e seres heterótrofos

Os seres autótrofos e heterótrofos estão em uma relação de interdependência, principalmente porque os autotróficos produzem a energia para sua própria sobrevivência, ao mesmo tempo que os heterotróficos precisam dos processos sintéticos das plantas para garantir seus nutrientes. 

Os decompositores, que também precisam de alimentos do outro para se manterem vivos, participam de um processo de restauração da matéria. Por meio de seus processos metabólicos, retornam a matéria para o ambiente, em moléculas pequenas que podem ser realocadas em outras cadeias alimentares depois de alguns outros processos.

Nesse sentido, embora o conceito de seres autótrofos e heterótrofos seja diferente, eles são igualmente necessários para a manutenção dos diferentes ecossistemas. A partir dessas relações entroncadas entre os diferentes indivíduos e espécies é que a biosfera se mantém durante milhares de anos.

+ Veja também: Ecologia: conceito, importância, níveis de organização e questões

Questões comentadas sobre seres autótrofos 

(Fuvest) Qual das alternativas distingue organismos heterotróficos de organismos autotróficos?

a) Somente organismos heterotróficos necessitam de substâncias químicas do ambiente. → Alternativa falsa, porque todos os organismos precisam de substâncias químicas do ambiente.

b) Somente organismos heterotróficos fazem respiração celular. → Falso, porque a respiração celular, que é um processo degradativo, é necessária para a manutenção da energia celular, então acontece em seres autotróficos e heterotróficos.

c) Somente organismos heterotróficos possuem mitocôndrias. → Afirmação errada porque as mitocôndrias são organelas presentes em células eucariontes, seja em seres que produzem ou não seus nutrientes.

d) Somente organismos autotróficos podem viver com nutrientes inteiramente inorgânicos. → Isso é verdade, porque todos os seres vivos precisam de matéria orgânica para sobreviver. Mas os seres autótrofos são os únicos que podem formar moléculas orgânicas a partir de material inorgânico.

e) Somente organismos autotróficos não requerem gás oxigênio. → Falso, porque o oxigênio é necessário para a formação de substratos energéticos celulares em todos os organismos, independentemente de sua regulação trófica. 

(FATEC-SP) O equilíbrio da vida no planeta é consequência das relações de interdependência entre seres autótrofos e heterótrofos. Assim, é correto afirmar que:

A) os seres autótrofos produzem, por meio da fotossíntese, alimento e oxigênio que serão utilizados só pelos seres heterótrofos no processo de respiração. → Seres autótrofos e heterótrofos utilizam materiais fabricados pelos produtores. Alternativa falsa.

B) os seres autótrofos produzem, por meio da fotossíntese, alimento e oxigênio que serão utilizados por eles e pelos seres heterótrofos no processo de respiração. → Verdadeiro, informações conferem.

C) os seres autótrofos e heterótrofos trocam entre si o alimento e o oxigênio necessários para a realização do processo de respiração. → o alimento do autótrofo é produzido por ele! Errado. 

D)  os seres heterótrofos produzem, por meio da respiração, a energia necessária para a manutenção do processo de fotossíntese realizado pelos autótrofos. → a energia utilizada pelos autótrofos pode ser a partir do sol ou substâncias químicas. Afirmação incorreta.

E) os seres heterótrofos produzem, por meio da fotossíntese, o alimento necessário para a sobrevivência dos autótrofos. → Os seres heterótrofos não têm a capacidade de produzir alimentos. 

Conheça os cursos preparatórios para o vestibular da Coruja! 

Os temas são abordados com profundidade, com detalhes a respeito das características, conceitos, definições — tudo isso com uma abordagem direcionada para os tópicos que mais aparecem em questões de prova. As vantagens são muitas: você pode acessar os materiais didáticos onde e como quiser, seja por pdf, online ou em vídeos. Clique no banner e saiba mais!

CTA - Estratégia Vestibulares 4
Você pode gostar também
Células
Leia mais

Células: tipos, função e muito mais!

Conheças os tipode de células: as procariontes e as eucariontes. Aprenda também sobre os tipos celulares que compõem o corpo humano.