Como são as provas de habilidades específicas da USP?
usp

Como são as provas de habilidades específicas da USP?

As provas de habilidades específicas da USP são oferecidas para os cursos de Artes Cênicas e Visuais, além de Música. Veja como elas funcionam e seus conteúdos.

Música, Artes Cênicas e Artes Visuais são os cursos em que os candidatos passam pelas provas de habilidades específicas na USP. Portanto, se você planeja se candidatar nessas opções, saiba que essa etapa é obrigatória.

E isso acontece devido a necessidade de verificar as aptidões dos candidatos nas áreas em questão, já que, nesses casos, existem habilidades que não são medidas apenas nas provas tradicionais. Confira abaixo mais detalhes sobre os exames.

Quais cursos exigem prova de habilidades específicas?

  • Artes Cênicas — ECA/São Paulo;
  • Artes Visuais — ECA/São Paulo;
  • Música — ECA/São Paulo;
  • Música — FFCLRP/Ribeirão Preto.

Como são as provas?

Como cada curso tem uma aptidão distinta, as provas de habilidades específicas são diferentes. Na Unesp e na Unicamp, por exemplo, os exames têm avaliações parecidas, mas contam com critérios, bibliografias exigidas e envio de informações feitas de formas distintas.

Vale ressaltar que a prova vale 100 pontos para os quatro cursos, e o candidato precisa obter aproveitamento mínimo de 50% para poder ser selecionado. Veja abaixo como as avaliações são feitas, segundo o edital da Fuvest 2022.

Artes Cênicas — ECA/São Paulo

Os candidatos aprovados para a prova de habilidades do curso de Artes Cênicas passam por quatro dias de avaliações, com provas escritas e orais realizadas de forma presencial, além de uma atividade prática em vídeo.

A prova será realizada na Escola de Comunicação e Artes (ECA), na própria USP, em São Paulo. São dez professores do Departamento de Artes Cênicas que participam e desenvolvem a prova.

O primeiro dia acontece no dia 19 de janeiro de 2022, na parte da manhã. É apresentada uma questão única, com foco na habilidade escrita, para avaliar as experiências do aluno no que diz respeito às Artes Cênicas e vivências com a bibliografia sugerida:

  • Eleonora Fabião: Performance e teatro: poéticas e políticas da cena contemporânea;
  • Silvia Fernandes. Notas sobre a história do Oficina;
  • Patrice Pavis: Para repensar o trabalho do ator: algumas considerações improvisadas e provisórias sobre a atuação hoje;
  • Maria Lúcia Pupo: O lúdico e a construção do sentido;
  • Inaicyra Falcão dos Santos. Corpo e ancestralidade: uma configuração estética afro-brasileira;
  • Suzana Schmidt Viganó: Sujeitos da cultura: teatro e ação cultural na cidade de São Paulo.

O candidato deverá produzir um vídeo com materiais de referência, com o objetivo de responder aos estímulos apresentados pelos professores de forma artística. O conteúdo deve ser gravado com um celular, sem edição, em no máximo um minuto, e precisa ser postado na Área do Candidato em no máximo 24 horas.

Além disso, é necessário enviar um parágrafo de no máximo 15 linhas descrevendo e expondo o projeto que norteou a composição do vídeo. É importante lembrar que o aluno precisa iniciar a gravação dizendo seu nome completo e filmando seu próprio rosto em close.

Na parte da tarde do mesmo dia até o final do segundo dia, o aluno deve preparar e registrar seu vídeo, além de escrever o parágrafo necessário e exigido. O candidato não precisa ir até a ECA nesse dia.

No terceiro dia, são realizadas provas orais em ambos os períodos (manhã e tarde), seguindo protocolo adotado pela Fuvest nas medidas contra a pandemia de Covid-19.

Artes Visuais — ECA/São Paulo

A prova de habilidades específicas de Artes Visuais também será realizada na ECA no dia 20 de janeiro, com início às 13h. Ela avalia os conhecimentos gerais do candidato no que diz respeito à Arte Contemporânea e Moderna internacional e brasileira, sob o uso de recursos de linguagem visual.

Ela é feita em duas etapas: na primeira, o candidato faz um exame escrito, em que será avaliada a fluência no uso de conceitos e na leitura de projetos e trabalhos, notando a clareza e desenvolvimento do conteúdo. Veja as referências bibliográficas abaixo.

  • Aracy A. Amaral: Textos do Trópico de Capricórnio: Artigos e Ensaios;
  • Amy Dempsey: Estilos, escolas e movimentos: guia enciclopédico da arte moderna;
  • Glória Ferreira: Crítica de Arte no Brasil: Temáticas Contemporâneas;
  • Arlindo Machado: Arte e Mídia;
  • Walter Zanini e Eduardo de Jesus: vanguardas, desmaterialização, tecnologias na arte;
  • Paulo Freire: Pedagogia da Autonomia: saberes necessários à prática educativa.

A segunda etapa é prática e avalia conceitos e qualidades expressivas dos desenhos dos candidatos. O uso de formas, espaço, materiais e execução são considerados no exercício. Deve-se levar lápis (grafite H, 2B, 4B ou 6B), lápis de cor, borracha, caneta esferográfica azul e apontador de lápis.

O edital também sugere algumas fontes que podem ser utilizadas para pesquisa, aprofundamento e inspiração. Dentre elas, destacamos: Pinacoteca, Museu Afro Brasil, Museu da Imagem e do Som (MIS-SP), Itaú Cultural, e Instituto Moreira Salles (IMS).

Música — ECA/São Paulo e FFCLRP/Ribeirão Preto

Os candidatos para os cursos de música da USP passam por processos seletivos distintos nas provas de habilidades específicas, a depender de sua especificidade. Confira quais são os instrumentos ou carreiras disponíveis:

  • Bacharelado em Música – Habilitação em Canto e Arte Lírica / Ribeirão Preto;
  • Bacharelado em Música – Habilitação em Instrumento / Ribeirão Preto;
  • Bacharelado em Música – Habilitação em Canto e Arte Lírica / São Paulo;
  • Bacharelado em Música – Habilitação em Composição / São Paulo;
  • Bacharelado em Música – Habilitação em Instrumento / São Paulo;
  • Bacharelado em Música – Habilitação em Regência / São Paulo;
  • Licenciatura em Música / São Paulo;
  • Licenciatura em Educação Artística – Habilitação em Música / Ribeirão Preto.

As avaliações são virtuais e os candidatos devem enviar vídeos com o conteúdo solicitado segundo o edital. A prova vale 100 pontos e tem peso dois no cálculo final da nota

Os vídeos devem ser enviados entre os dias 19 e 22 de janeiro de 2022 e tem como obrigatoriedade serem gravados em formato MP4, AVI ou MOV. Além disso, a gravação deve ser feita no sentido horizontal e em posição fixa, filmando todo o corpo do candidato — exceção a piano, viola e violino, em que a recomendação é de que a imagem esteja na lateral.

Todos os vídeos devem ser iniciados pela imagem do rosto do candidato em close, e ele deve falar o nome completo. Outro ponto importante e obrigatório é que o conteúdo deve ser gravado sem cortes e qualquer edição ou manipulação.

Confira abaixo as habilitações de música de forma mais detalhada em São Paulo:

  • Licenciatura em Música;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Composição;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Regência;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Canto e Arte Lírica;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Cordas Dedilhadas;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Percussão;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Teclado;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Instrumentos de Corda;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Instrumentos de Sopro.

E em Ribeirão Preto:

  • Educação Artística — Licenciatura com Habilitação em Música;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Canto e Arte Lírica;
  • Música — Bacharelado;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Piano;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Violão;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Viola Caipira;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Percussão;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Flauta;
  • Música — Bacharelado com Habilitação em Violoncelo.

Quer entrar na faculdade? Veja como podemos te ajudar!

O Estratégia Vestibulares te ajuda a entrar no curso que você deseja com simulados, cursos intensivos e extensivos, professores maravilhosos e banco de questões com mais de 200 mil perguntas. Confira nossos preços e seja um estrategista agora mesmo!

Você pode gostar também