Raio-x do vestibular: quais as diferenças entre as provas do Enem, Fuvest, Unesp e Unicamp?

Raio-x do vestibular: quais as diferenças entre as provas do Enem, Fuvest, Unesp e Unicamp?

Conheça a particularidade de cada vestibular e otimize os estudos de acordo com seus objetivos. Confira o raio-x que o Estratégia preparou para você

Que cada vestibular é de um jeito, todo mundo sabe. Mas um raio-x de cada uma das provas pode ser um grande aliado na hora de definir a estratégia de estudo e focar naquilo que mais é cobrado em cada uma delas. Afinal, quando a gente sabe onde está pisando, fica muito mais fácil saber como chegar lá e não ter uma surpresa negativa ao encarar o exame. 

Pensando na sua preparação, o Estratégia Vestibulares produziu esse material detalhado, contendo as semelhanças e diferenças entre as provas do Enem, Fuvest, Unesp e Unicamp. Qual prova será mais conteudista? Qual será a mais cansativa? Fique com a gente até o fim e saiba a estratégia perfeita para se dar bem nos principais vestibulares do País!

raio-x do vestibular

Como é a prova do Enem?

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) é conhecido por ser uma prova interpretativa, abrangente e criada para atender vários tipos de estudantes, já que cerca de 120 universidades de todo o País aceitam o exame como método de ingresso via o Sistema de Seleção Unificado (Sisu). É, portanto, uma prova que precisa ser livre de particularidades regionais, com conteúdos que todos podem assimilar sem maiores dificuldades. 

Dessa forma, acaba sendo também uma prova longa e com muitos textos para resolver cada questão. Pode ser bastante cansativa para quem não está com a capacidade de leitura e atenção em dia. Por isso, recomendamos fortemente a participação nos simulados para treinamento de foco e resistência. 

O Enem 2022 acontece nos dias 13 e 20 de novembro. Confira o calendário completo aqui. Veja abaixo o raio-x do Enem.

Particularidades da prova do Enem

O Enem, assim como a Unesp, não cobra lista de livros em literatura. No entanto, é recomendado que se tenha noção das obras e autores, com atenção especial ao contexto histórico de cada uma delas. Confira as dicas que o Estratégia Vestibulares preparou sobre a prova de literatura, autores e obras do Enem. 

Redação no Enem

A redação do Enem, de gênero dissertativo-argumentativo, é semelhante ao vestibular da Fuvest e da Unesp, com a diferença que no Enem é necessário criar uma proposta de intervenção que respeite os direitos humanos. Ou seja, não basta ao candidato defender um ponto de vista. É preciso propor alguma transformação de forma coerente ao ponto de vista desenvolvido.

Geralmente, a redação do Enem envolve algum tema-problema contemporâneo e exige que o candidato defenda uma ideia ou ponto de vista com argumentos bem embasados, coerentes e coesos. A prova é conhecida por abordar temas nacionais polêmicos e relacionados a questões atuais de relevância nacional. 

Para saber os temas de todas as edições do Enem, clique aqui. O Estratégia também preparou um artigo completo sobre cada competência exigida na redação do Enem. Confira!

Raio-X do Enem 2022

  • Dias de prova: 2
  • Número de fases: 1
  • Número de questões: 180 objetivas (90 por dia)
  • Tempo de prova por dia: 5h30 e 5h
  • Tipo de redação: dissertativa-argumentativa
  • Cobra lista de livros? Não
  • Cobra prova específica para alguns cursos? Não
  • Tipo de prova: interpretativa e analítica

Como é a prova da Fuvest?

A Fundação Universitária para o Vestibular (Fuvest) é quem organiza a prova para ingresso na Universidade de São Paulo (USP), a mais concorrida do País e que figura no topo dos rankings universitários nacionais e internacionais. Dessa forma, é de se esperar que a prova de ingresso faça jus à grandiosidade da instituição.

A Fuvest tem a caracterização de “difícil” por ser uma prova mais conteudista. Isso significa que, para resolver certas questões, não basta a capacidade interpretativa, é necessário ter o conhecimento específico da matéria. O método da Fuvest acaba por ser mais direto, sem tantos textos de apoio em cada questão. Ou seja, a prova é menos longa que o Enem, mas pode ser mais difícil de ser resolvida. 

A prova acontece em duas fases. A primeira acontece no dia 04 de dezembro e a segunda nos dias 08 e 09 de janeiro de 2023. Confira o calendário completo da Fuvest 2023. Veja abaixo o raio-x da Fuvest.

Particularidades da prova da Fuvest

A Fuvest por ser considerada mais “conteudista”, exige conhecimento específico sobre todas as matérias abrangidas pela prova. Em muitas questões, é preciso que o candidato saiba a resposta sem nenhum texto que contextualize ou ajude em sua resolução. Por isso, é preciso estudo mais consistente em algumas áreas específicas.

Lista de livros da Fuvest 2023

LivrosAutores
Poemas EscolhidosGregório de Matos
Quincas BorbaMachado de Assis
Alguma PoesiaCarlos Drummond de Andrade
AngústiaGraciliano Ramos
MensagemFernando Pessoa
Terra SonâmbulaMia Couto
Campo GeralGuimarães Rosa
Romanceiro da InconfidênciaCecília Meireles
Nove NoitesBernardo Carvalho

Redação da Fuvest 2023

A redação exigida pela Fuvest 2023 é do gênero dissertativo-argumentativo, com a defesa sólida de um ponto de vista claro e coeso. A redação é cobrada na segunda fase do vestibular. Geralmente, a redação exigida pelo vestibular da USP é menos polêmica e mais ligada a reflexões sociais, econômicas e filosóficas contemporâneas. Confira os temas que caíram nos últimos vestibulares:

  • Redação da Fuvest 2022: As diferentes faces do riso
  • Redação da Fuvest 2021: O mundo contemporâneo está fora de ordem?
  • Redação da Fuvest 2020: O papel da ciência no mundo contemporâneo
  • Redação da Fuvest 2019: A importância do passado para a compreensão do presente
  • Redação da Fuvest 2018: Devem existir limites para a arte?
  • Redação da Fuvest 2017: O homem saiu de sua menoridade?
  • Redação da Fuvest 2016: As utopias: indispensáveis, inúteis ou nocivas?
  • Redação da Fuvest 2015: “Camarotização” da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia
  • Redação da Fuvest 2014: Envelhecimento da população
  • Redação da Fuvest 2013: Consumismo
  • Redação da Fuvest 2012: Participação política: indispensável ou superada?
  • Redação da Fuvest 2011: O altruísmo e o pensamento a longo prazo ainda têm lugar no mundo contemporâneo?

Você pode conferir a matéria completa que o Estratégia Vestibulares preparou sobre a redação da Fuvest aqui.

Raio-X da Fuvest 2023

  • Dias de prova: 3 (1 na primeira e 2 na segunda fase)
  • Número de fases: 2
  • Número de questões: 90 objetivas (na primeira fase) e 22 dissertativas + redação (segunda fase)
  • Tempo de prova por dia: 5h (na primeira fase) e 4h (na segunda fase)
  • Tipo de redação: dissertativa-argumentativa
  • Cobra prova específica para alguns cursos? Sim
  • Cobra lista de livros? Sim
  • Tipo de prova: conteudista

Como é a prova da Unicamp?

A prova de seleção para o ingresso na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), realizada pela Comissão Permanente para os Vestibulares (Comvest), é considerada analítica e contextual. Para se dar bem na Unicamp, é preciso saber mobilizar e relacionar conhecimentos de diversas áreas. Veja abaixo o raio-x da Unicamp.

Particularidades da prova da Unicamp

A principal característica que difere a Unicamp das demais é a redação, cujo gênero textual  não é divulgado com antecedência. O vestibular da Unicamp prefere textos mais próximos à realidade do candidato, com formatos diversos. Desde a edição de 2020, devido à pandemia da Covid-19, a primeira fase da prova conta com 72 questões e quatro alternativas. 

Confira a matéria completa do Estratégia Vestibulares com tudo sobre o vestibular da Unicamp 2023.

Lista de livros da Unicamp 2023

A Unicamp, assim como a Fuvest, exige lista de obras literárias em seu vestibular. Confira:

  • Sonetos selecionados pela Comvest – Luís de Camões
  • Sobrevivendo no inferno – Racionais Mc’s
  • Tarde – Olavo Bilac
  • O seminário dos ratos – Lygia Fagundes Telles
  • O marinheiro – Fernando Pessoa
  • A falência – Júlia Lopes de Almeida
  • O Ateneu – Raul Pompeia
  • Niketche – uma História de Poligamia – Paulina Chiziane
  • Bons dias! – Machado de Assis
  • Carta de Achamento a el-rei D. Manuel – Pero Vaz de Caminha

Se você quer saber mais sobre cada obra, o contexto e como ela pode cair na prova, acesse o material de leituras obrigatórias da Unicamp que o Estratégia preparou para você. 

Redação da Unicamp 2023

A Unicamp é a única que não define o gênero textual previamente. Ao contrário da Fuvest, Unesp e Enem, que estabelecem o texto dissertativo-argumentativo como padrão. Isso faz com que, ano a ano, sejam cobrados diferentes gêneros textuais no vestibular. Confira os gêneros cobrados em edições anteriores:

  • Redação 1 Unicamp 2022: “Textão” sobre atuação de crianças e adolescentes como digital influencers
  • Redação 2 Unicamp 2022: Manifesto sobre o corte de verbas na ciência e tecnologia.
  • Redação 1 Unicamp 2021: Discurso político sobre retirada de estátuas
  • Redação 2 Unicamp 2021: Texto de entrada para um diário de trabalhador exposto ao coronavírus
  • Redação 1 Unicamp 2020: Texto para Podcast: Biodiversidade
  • Redação 2 Unicamp 2020: Crônica: Micromachismo
  • Redação 1 Unicamp 2019: Abaixo Assinado: Doutrinação Ideológica em Sala de Aula 
  • Redação 2 Unicamp 2019: Postagem: IDH e o crescimento do PIB como indicadores de desenvolvimento
  • Redação 1 Unicamp 2018: Palestra: Pós Verdade
  • Redação 2 Unicamp 2018: Artigo: Liberdade de Expressão
  • Redação 1 Unicamp 2017: Texto para Campanha: Arrecadação de Fundos para Biblioteca
  • Redação 2 Unicamp 2017: Carta do Leitor: A volta do rio que faz sonhar
  • Redação 1 Unicamp 2016: Resenha: A deliberação tomada pelos ratos
  • Redação 2 Unicamp 2016: Texto de Divulgação Científica: O Induzir das Emoções

Raio-X da Unicamp 2023

  • Dias de prova: 3 (1 na primeira e 2 na segunda fase)
  • Número de fases: 2 + prova de habilidades 
  • Número de questões: 72 objetivas (na primeira fase) e 26 dissertativas + redação (segunda fase)
  • Tempo de prova por dia: 4h (na primeira fase) e 5h (na segunda fase)
  • Tipo de redação: duas opções variadas de gênero textual
  • Cobra prova específica para alguns cursos? Sim
  • Cobra lista de livros? Sim
  • Tipo de prova: contextual

Como é a prova da Unesp?

O vestibular para ingresso na Universidade Estadual Paulista (Unesp) é conhecido por ter proposta mais humanística em relação aos outros. A prova de conhecimentos gerais frequentemente relaciona questões das disciplinas com questões socioeconômicas, de forma crítica. 

A prova se divide em duas fases. A primeira com 90 questões objetivas que, em 2022, será realizada em um dia: 15 de novembro.

Por conta da pandemia de Covid-19, a Unesp adotou na segunda fase do vestibular 2021 uma prova objetiva de múltipla escolha de conhecimentos específicos com 60 questões e uma redação de gênero dissertativo-argumentativo. Para a seleção de 2023, a segunda fase ocorre dia 19 de dezembro.

Confira o calendário completo da Unesp 2023. Veja abaixo o raio-x da Unesp.

Particularidades da prova da Unesp

As questões de matemática e ciências da natureza costumam corresponder a apenas um terço da prova da Unesp, já que o vestibular também cobra questões de filosofia e sociologia. Além disso, o vestibular não cobra lista de livros de literatura, apesar de cair em contextos e escolas literárias, favorecendo o estudante que conhece os clássicos da literatura brasileira. 

Redação Unesp 2023

A redação, de gênero dissertativo-argumentativo, é cobrada na segunda fase do vestibular. Diferentemente do Enem, não é necessário criar uma proposta de intervenção. A redação da Unesp geralmente é sobre temas reflexivos sobre a sociedade brasileira e questões sociais que carecem de pensamento crítico. Confira os temas das últimas edições:

  • Redação Unesp 2022: “Tudo bem não estar bem? A tristeza em tempos de felicidade compulsória”
  • Redação Unesp 2021: “Tempo é dinheiro?”
  • Redação Unesp 2020: O carro será o novo cigarro?
  • Redação Unesp 2019: Compro, logo existo
  • Redação Unesp 2018: O voto deveria ser facultativo no Brasil?
  • Redação Unesp 2017: A riqueza de poucos beneficia a sociedade inteira?
  • Redação Unesp 2016: Publicação de imagens trágicas: banalização do sofrimento ou forma de sensibilização?
  • Redação Unesp 2015: O legado da escravidão e o preconceito contra negros no Brasil
  • Redação Unesp 2014: Corrupção no Congresso Nacional: reflexo da sociedade brasileira?
  • Redação Unesp 2013: Escrever: o trabalho e a inspiração
  • Redação Unesp 2012: A bajulação: virtude ou defeito?

Raio-X da Unesp 2022

  • Dias de prova: 2 (1 na primeira e 1 na segunda fase)
  • Número de fases: 2 + prova de habilidades 
  • Número de questões: 90 objetivas de conhecimentos gerais (na primeira fase) e 60 objetivas específicas + redação (segunda fase)
  • Tempo de prova por dia: 5h (na primeira fase) e 5h (na segunda fase)
  • Tipo de redação: dissertativa-argumentativa
  • Cobra prova específica para alguns cursos? Sim
  • Cobra lista de livros? não
  • Tipo de prova: humanística e crítica

Como conhecer cada prova na prática?

A melhor forma de conhecer as particularidades e detalhes de cada prova é treinando muito! Por isso, toda semana o Estratégia Vestibulares oferece simulados dos principais vestibulares do país. Basta se inscrever, participar gratuitamente e ficar de olho nas dicas que postamos aqui no blog. 

Saiba mais sobre o vestibular Unesp

Você pode gostar também
Foto: Divulgação // Governo do Cerará
Leia mais

Vestibular Uece: veja como fazer inscrição na prova

No artigo de hoje, o Estratégia Vestibulares traz todas as informações que você precisa saber sobre as inscrições de um dos processos seletivos mais concorridos da região Nordeste, responsável por selecionar os futuros estudantes da Universidade Estadual do Ceará! Confira a seguir: