UFMT: Sisu, cursos, vagas, como ingressar e muito mais

UFMT: Sisu, cursos, vagas, como ingressar e muito mais

Confira mais detalhes sobre a UFMT: como entrar, funcionamento do Sisu e Enem na instituição, vagas, campus e muito mais!

Se você quer ingressar na Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT), mas não sabe muito bem como fazer e quer conhecer mais sobre o processo e a instituição, veio ao lugar certo! Confira o artigo que o Estratégia Vestibulares preparou sobre a UFMT, como ingressar via Sisu e Enem e mais detalhes, abaixo.

Veja também:
+ Edital Enem 2023: datas, inscrições, provas
+ Como calcular a nota do Enem?
+ Local de prova do Enem 2023 está disponível; acesse seu Cartão de Confirmação

Sobre a UFMT

A UFMT foi fundada em 1970 e é originária da fusão da Faculdade de Direito e do Instituto de Ciências e Letras de Cuiabá, fundadas respectivamente em 1934 e 1966. A instituição se destaca pelo contexto de biodiversidade e relação com microrregiões geográficas como o Pantanal, a Amazônia, o Araguaia e o Cerrado, o que representa um ponto diferenciado no que diz respeito a campos de pesquisa.

A universidade possui 29 institutos e faculdades, formou mais de 50 mil profissionais e possui 106 cursos de graduação, instalados em quatro campi: Cuiabá, Araguaia, Sinop e Várzea Grande. O campus de Rondonópolis se tornou a Universidade Federal de Rondonópolis (UFR), uma instituição independente, em 2018.

Dentre suas instalações estão um hospital universitário, a Base Avançada de Pesquisa do Pantanal (BAAP), fazendas experimentais, um hospital veterinário, além de museus, parque aquático, teatro e ginásio poliesportivo. 

Calendário UFMT, Enem e Sisu

Enem 2024

  • Divulgação do edital
    10/05/2024 – acesse o edital
  • Período de solicitação de isenção e justificativa de ausência
    15 a 26/04/2024
  • Divulgação do resultado do pedido de isenção e da justificativa de ausência
    13/05/2024
  • Recurso da justificativa de ausência e permissão de isenção da taxa de inscrição
    13 a 17/05/2024
  • Resultados do recurso da justificativa de ausência e pedido de isenção da taxa de inscrição
    24/05/2024
  • Período de inscrições do Enem 2024
    27/5 a 14/6/2024
  • Pagamento da taxa de inscrição
    27/5 a 19/6/2024
  • Divulgação do local de prova do Enem 2024
    Ainda não foi divulgado
  • Provas Enem 2024
    03/11 e 10/11/2024
  • Divulgação do gabarito oficial
    20/11/2024
  • Divulgação do resultado
    13/01/2025

Sisu 2024

  • Divulgação do edital: 29/12/2023;
  • Período de inscrição: 22 a 25/01/2024;
  • Resultado da lista única: 30/01/2024;
  • Período para participar da lista de espera: 30/01 a 07/02/2024. 

Como ingressar na UFMT

Para ingressar na UFMT o candidato deve participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) do ano vigente e se cadastrar no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), programa desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), que oferece vagas de diversas instituições públicas de ensino superior em todo o Brasil.

Como funciona o Sisu?

O Sisu é uma plataforma virtual que reúne instituições e candidatos para vagas em instituições públicas de Ensino Público em um mesmo sistema. No site do programa as pessoas escolhem o curso e a instituição pela qual vão concorrer. A composição da nota do Sisu é a nota do Enem do ano vigente.

O desempenho do candidato no Enem, portanto, é determinante para conquistar uma das vagas existentes na UFMT. Vale destacar que a adesão ao Sisu é opcional e, por conta disso, muitas universidades contam com processos seletivos próprios, que podem incluir, ou não, a nota do exame.

Para se inscrever, o candidato precisa acessar o site do Sisu e entrar no sistema com seus dados de acesso. Após isso, deve-se escolher o curso e a instituição que deseja concorrer. As inscrições são abertas duas vezes ao ano, uma a cada semestre, e com base no Enem vigente naquele período.

O candidato precisa ter em mãos o número de inscrição no Enem e senha utilizada para acesso ao sistema. Não é necessário pagar nenhuma taxa para participar do programa.

Ao final do período de inscrição, o Sisu divulga a primeira lista de chamada com os candidatos mais bem colocados. Apenas candidatos que não zeraram a Redação podem participar do Sisu.

Quais são as modalidades de concorrência?

Os candidatos têm três opções de modalidades de concorrência: Lei de Cotas, que são vagas reservadas para quem se encaixa nessa legislação, ampla concorrência e outras ações afirmativas previstas pela instituição.

Dessa forma, a chamada regular do Sisu cria filas distintas para cada tipo de vaga, fazendo com que somente candidatos aptos a cada uma delas disputem tal posição. A partir disso, o sistema seleciona apenas os candidatos com as melhores notas no Enem e dentro da categoria escolhida.

Lei de cotas Sisu

Em 2023 a Lei nº 12.711/2012 foi atualizada (Lei 14.723/23) e a partir desse ano os participantes que têm direito à reserva de vagas (cotas) concorrem primeiramente às vagas de ampla concorrência. A reserva de vagas só será usada caso o participante não atinja nota suficiente para conseguir uma vaga na modalidade. Os estudantes originários de comunidades quilombolas também estão incluídos na nova lei.

A Lei nº 12.711/2012 oferece 50% das vagas por curso e turno em todas as instituições federais de Ensino Superior a estudantes que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas. Metade dessas vagas são destinadas a estudantes com renda familiar mensal de até 1,0 (anteriormente o valor era de 1,5) salário mínimo.

Além disso, é preciso que haja proporção de autodeclarados pretos, pardos e indígenas de acordo com a composição étnica do estado federativo da instituição de acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Os candidatos que optarem por esta modalidade precisam estar atentos aos trâmites que envolvem a documentação comprobatória que é exigida de forma distinta por cada instituição de ensino.

+ Lei de Cotas: o que muda com a atualização?

Resultado e abertura das inscrições do Sisu

O período de inscrições do Sisu 2024 acontece entre os dias 22 a 25 de janeiro e a divulgação dos resultados do programa será no dia 30 do mesmo mês. Confira o edital do Sisu 2024, divulgado no dia 29 de janeiro de 2023.

Ações afirmativas UFMT

O percentual de 61,39% das vagas destinadas à Lei de Cotas é direcionado às pessoas autodeclaradas pretos, pardas e indígenas, segundo à soma dessas populações no Estado do Mato Grosso, segundo o censo demográfico de 2010, feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Há ainda a proporção de 6,86% da população com algum tipo de deficiência, mas, no caso da UFMT, é destinada 9% das vagas totais do processo seletivo pelo Sisu.

Como é o Enem?

O Enem atual tem uma única etapa, dividida em dois domingos seguidos. Além disso, a UFMT conta com prova de habilidades específicas para as graduações em música na instituição.

Locais de prova

O local de prova do Enem é disponibilizado a pouco menos de um mês para o dia da prova. Em 2022, ele foi divulgado no dia 24 de outubro. Veja como acessar:

  • Acesse a Página do Participante do Enem;
  • Clique em “Página do Participante – Acessar com Gov.Br”;
  • Faça o seu login com a sua conta do Gov.Br, o site de acesso único do governo federal;
  • Clique em “Local de prova”; e
  • Com isso, um personagem interativo da Página do Participante lhe enviará um botão escrito “Local de Prova”, clique nele e tenha acesso ao Cartão de Confirmação com os seus dados pessoais e o local em que você fará o Enem.

Ao observar o cartão de confirmação — documento disponibilizado pelo Inep — o candidato encontra informações como o número de inscrição, local de prova (sala, endereço e número da carteira), horários da prova, atendimentos específicos, se algum for solicitado e escolha de língua estrangeira.

Não é obrigatório levar o cartão de confirmação nos dias de prova, mas o documento traz as informações citadas acima de forma acessível para consulta dos candidatos. Não é possível mudar o local de prova e demais informações cadastrais.

O que levar no dia da prova?

Segundo o edital do Enem 2022, foi necessário levar caneta esferográfica de tinta preta em material transparente, documento oficial com foto e máscara de proteção contra a Covid-19 (caso a cidade ou o estado ainda a cobrem). Ainda não foi divulgado o edital 2023 do exame.

Como funciona a prova do Enem

A atual prova do Enem contém 180 questões, que são divididas entre dois domingos consecutivos de aplicação. O primeiro dia conta com duração de 5 horas e 30 minutos, e os candidatos respondem à prova entre 13h30 e 19h00. Já no segundo domingo, a prova tem duração de 5 horas, e pode ser respondida das 13h30 às 18h30.

No primeiro dia, é aplicada a prova de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação; e Ciências Humanas e suas Tecnologias. No segundo dia, a prova é composta de questões que cobram dos candidatos conhecimentos nas áreas de Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias.

Como é calculada a nota do Enem?

O modelo de correção utilizado no Enem é chamado de Teoria de Resposta ao Item (TRI). A nota do exame é, portanto, calculada de forma mais complexa que os demais vestibulares, e não leva em conta apenas a quantidade de acertos e erros. 

Cada área de conhecimento avaliada sob a ótica do TRI tem uma média obtida que depende da dificuldade das questões e do número de questões que o candidato acerta. Para saber mais, acesse nosso artigo sobre o assunto: “TRI: Como funciona a nota no Enem?”. 

Como será o novo Enem

A partir da edição 2024, o Enem irá mudar seu formato, adequando-se à reforma do Ensino Médio. O exame deve ser dividido em duas etapas: a primeira avaliará os conhecimentos gerais dos estudantes, acompanhando a Base Nacional Comum Curricular (BNCC). Já a segunda avaliação levará em conta os Itinerários Formativos do Novo Ensino Médio.

A primeira etapa é interdisciplinar e obrigatória, enquanto na segunda, o estudante escolhe as provas de acordo com o Itinerário Formativo que realizou durante o ensino médio. Saiba mais sobre o novo Enem e suas mudanças.

Como funciona a redação do Enem

A redação do Enem deve ser feita em até 30 linhas, sobre o tema proposto no ano e é escrita à mão. Como apoio, o exame disponibiliza textos base com informações, dados e reflexões sobre o assunto.

O Enem exige que a redação seja feita com o gênero dissertativo-argumentativo, e o tema gira em torno de questões sociais, culturais, políticas, ou científicas relevantes, sempre sobre o foco e ponto de vista do Brasil.

Como a redação é avaliada pela banca?

A avaliação da banca do Enem nas redações leva em conta cinco competências, para facilitar a padronização das notas para todos os concorrentes. Veja quais são as competências

  • Domínio da escrita formal da Língua Portuguesa;
  • Compreensão do tema e adequação à proposta;
  • Organização das ideias;
  • Coesão e coerência; e
  • Proposta de intervenção.

Veja os últimos temas de redação do Enem

Redação Enem 2021 – Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil

Redação Enem Impresso 2020 – O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira

Redação Enem 2019 – Democratização do acesso ao cinema no Brasil

Redação Enem 2018 – Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet

Redação Enem 2017 – Desafios para formação educacional de surdos no Brasil

Redação Enem 2016 – Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil

Redação Enem 2015 – A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira

Redação Enem 2014 – Publicidade infantil em questão no Brasil

Redação Enem 2013 – Os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil

Redação Enem 2012 – O movimento imigratório para o Brasil no século XXI

Redação Enem 2011 – Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado

Matriz de Referência Enem

A Matriz de Referência do Enem é o que outros vestibulares chamam de Conteúdo Programático, que é referente aos conteúdos que podem cair na prova de todas as matérias, no caso do Enem, chamados de eixos e competências.

Os eixos cognitivos são referentes a todas as áreas do conhecimento, e inclui cinco pontos: dominar linguagens, compreender fenômenos, enfrentar situações-problema, construir argumentação e elaborar propostas. Veja abaixo as descrições de cada uma:

  • Dominar linguagens (DL): dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa;
  • Compreender fenômenos (CF): construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas;
  • Enfrentar situações-problema (SP): selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema;
  • Construir argumentação (CA): relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente;
  • Elaborar propostas (EP): recorrer aos conhecimentos desenvolvidos na escola para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural.

Confira a Matriz de Referência do Enem

Provas de Habilidades Específicas UFMT

Candidatos das graduações em Música passam também por uma prova escrita e prática de habilidades específicas. Para mais informações, consulte o edital.

Como se matricular na UFMT

A primeira etapa após aprovação no Sisu é realizar a pré-matrícula on-line no site da instituição nos horários e dias determinados na página de acesso à UFMT no dia de divulgação dos resultados e da lista de espera. O envio dos documentos deve ser feito seguindo rito proposto na pré-matrícula.

Notas de corte UFMT

Confira as notas de corte dos 15 cursos mais concorridos da UFMT no Sisu 2022:

  • Medicina (Cuiabá): 796,78
  • Medicina (Sinop): 792,48
  • Direito (Cuiabá/Matutino): 732,82
  • Direito (Cuiabá/Noturno): 717,56
  • Biomedicina: 708,90
  • Direito (Barra de Garças): 701,30
  • Psicologia: 696,92
  • Medicina Veterinária (Cuiabá): 696,62
  • Arquitetura e Urbanismo: 689,12
  • Medicina Veterinária (Sinop): 680,32
  • Ciência da Computação: 679,38
  • Enfermagem (Cuiabá): 678,50
  • Nutrição: 668,42
  • Engenharia Civil: 665,24
  • Cinema e Audiovisual: 664,48

Cursos UFMT

Confira a lista completa de cursos de graduação oferecidos pela Universidade Federal do Mato Grosso (UFMT):

  • Agronomia
  • Ciência da Computação
  • Engenharia de Alimentos
  • Engenharia Civil
  • Física
  • Matemática
  • Química
  • Biomedicina
  • Ciências Biológicas
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Farmácia
  • Jornalismo
  • Direito
  • Geografia
  • Letras
  • Administração
  • Administração Pública (EaD)
  • Ciências Contábeis
  • Agronomia
  • Zootecnia
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Engenharia Civil
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Sanitária e Ambiental
  • Cinema e Audiovisual
  • Jornalismo
  • Música (bacharelado e licenciatura)
  • Publicidade e Propaganda
  • Direito
  • Ciências Econômicas
  • Educação Física (bacharelado)
  • Educação Física (licenciatura)
  • Enfermagem
  • Engenharia Florestal
  • Geologia
  • Medicina
  • Medicina Veterinária
  • Ciência e Tecnologia de Alimentos
  • Nutrição
  • Ciências Biológicas (Bacharelado)
  • CiêncIas Biológicas (Licenciatura)
  • Estatística
  • Matemática
  • Matemática (EaD)
  • Química (bacharelado)
  • Química (licenciatura)
  • Ciências Sociais (licenciatura)
  • Ciências Sociais (bacharelado)
  • Filosofia (bacharelado e licenciatura)
  • Serviço Social
  • Ciência da Computação
  • Sistemas de Informação
  • Pedagogia
  • Pedagogia (EaD)
  • Psicologia
  • Tecnologia Educacional (EaD)
  • Ciências Naturais (EaD)
  • Física (licenciatura)
  • Física (bacharelado)
  • Geografia ( Bacharelado e Licenciatura)
  • História
  • Letras – Português e Literaturas
  • Letras – Português e Francês
  • Letras – Português e Inglês
  • Letras – Português e Libras
  • Letras – Português e Espanhol
  • Saúde Coletiva
  • Agronomia
  • Engenharia Agrícola e Ambiental
  • Engenharia Florestal
  • Zootecnia
  • Matemática
  • Química
  • Física
  • Enfermagem
  • Farmácia
  • Medicina
  • Medicina Veterinária
  • Engenharia de Computação
  • Engenharia de Controle e Automação
  • Engenharia de Minas
  • Engenharia Química
  • Engenharia de Transportes
  • Ciência e Tecnologia (bacharelado EaD)

Campi e estruturas da UFMT

A UFMT possui cinco campi, localizados nas cidades de Cuiabá, Sinop, Barra do Garças, Pontal do Araguaia e Várzea Grande. Além disso, a instituição conta com teatro, bibliotecas, hospitais universitários e veterinários, fazendas experimentais e mais outras instalações. Confira mais detalhes abaixo.

Cuiabá

O campus de Cuiabá conta com a maioria dos cursos da instituição, sendo, ao todo, 22 institutos ou faculdades distintas. Ali há também o teatro, ginásio poliesportivo, hospital veterinário. A UFMT também tem na cidade um hospital universitário referência no estado.

Sinop

Em Sinop também há um hospital veterinário nas estruturas da instituição, que conta com três institutos distintos: o primeiro de Ciências Agrárias e Ambientais, o segundo, de Saúde e o terceiro, de Ciências Naturais, Humanas e Sociais.

Várzea Grande

O campus de Várzea Grande é o mais novo da UFMT e conta com cursos de engenharia. São seis cursos de graduação e dois de pós-graduação, com mais de 300 vagas anuais disponibilizadas via Sisu.

Pontal do Araguaia e Barra do Garças

As cidades vizinhas dividem o chamado campus universitário do Araguaia. São três institutos: de Ciências Biológicas e da Saúde, de Ciências Humanas e Sociais e Exatas e da Terra. Os espaços contam também com o Museu Natural do Araguaia e uma estação meteorológica.

Oportunidades da UFMT

A UFMT é uma instituição que conta com grande variedade de cursos entre as áreas de Humanas, Exatas e Biológicas. Hospitais, fazendas, museus, teatro, ginásio e diversos laboratórios geram oportunidades distintas para os mais de 100 cursos disponibilizados para graduação. 

Além disso, a instituição tem como visão de futuro ser referência no desenvolvimento sustentável da região central da América do Sul, integrando regiões amazônicas pantaneiras e do cerrado.

Auxílios e permanência estudantil

A UFMT conta com uma série de auxílios para alunos que necessitam de apoio e suporte institucional para se manter estudando na universidade. Confira alguns deles abaixo:

  • Auxílio permanência: é utilizado para minimizar desigualdades sociais e contribuir na permanência dos estudantes em situação de vulnerabilidade econômica até a diplomação dos mesmos;
  • Auxílio alimentação: repasse mensal de um valor para auxiliar nos custos de alimentação no restaurante universitário do campus escolhido;
  • Auxílio moradia estudantil: É destinado a alunos de baixa renda que moram fora dos municípios em que se localizam seus respectivos campi;
  • Auxílio evento: apoia financeiramente alunos na apresentação de eventos científicos e demais trabalhos;
  • Plantão psicológico on-line: atendimento de urgência para pessoas da comunidade interna da UFMT.

Confira os cursos Enem do Estratégia Vestibulares

O Estratégia Vestibulares oferece cursos específicos para o Enem, desenvolvido de forma exclusiva e voltada para a banca do exame.Saiba mais detalhes sobre o que oferecemos para que você seja mais um aprovado na universidade dos seus sonhos!

EV - CTA - Turma do Meio do Ano - Ultimo Lote 2024

Veja também:

Você pode gostar também