Pintura rupestre: formas de arte na pré-história

Pintura rupestre: formas de arte na pré-história

A manifestação do homem por meio de imagens, símbolos e pinturas remonta à pré-história, ainda durante o período paleolítico, especialmente por meio da pintura rupestre. São desenhos encontrados em sítios arqueológicos, geralmente cavernas e grandes rochas, e retratam o cotidiano dos povos daquele período. Conheça mais sobre o tema neste artigo!

O que é pintura rupestre?

A primeira manifestação artística documentada na história da humanidade são as artes rupestres, que datam de mais de 40 mil anos. O Paleolítico Superior e o Neolítico, períodos aos quais as pinturas rupestres são atribuídas, tornaram-se um marco para a história da arte, como ponto de partida para as manifestações simbólicas de nossa espécie.

Por meio dessas pinturas foi possível detectar esse instinto da espécie humana em retratar e se comunicar por meio de símbolos e desenhos. A depender do contexto, alguns historiadores apontam que as ilustrações que representavam animais tinham o objetivo de retratar o cotidiano, ou desenhar as grandes espécies animais da região.

Há indícios, ainda, que as pinturas rupestres tinham um valor ritualístico para aqueles que a desenhavam e contemplavam, ainda na pré-história. Aponta-se que os caçadores desenhavam os animais como parte de uma cerimônia que facilitaria suas caças, como se a simbologia atuasse sobre a realidade facilitando seu trabalho — esse aspecto é conhecido como função mágica da arte rupestre. 

Materiais utilizados

A pintura rupestre destaca-se pela capacidade do homem em adaptar-se ao meio para produzir sua arte. Os materiais utilizados para as artes nas cavernas eram compostos, principalmente, por elementos da natureza, como folhas, flores, caules, seivas, rochas, pigmentos de frutos, sangue e até excrementos de animais. 

A superfície em que as pinturas eram realizadas, em sua maioria, eram as rochas que compunham as grandes cavernas e abrigos dos grupos humanos. Afinal, esses locais representavam abrigos para as populações, ao mesmo tempo em que sua criatividade artística se desenvolvia ali. 

materiais utilizados na pintura rupestre
Imagem: Reprodução/Wikimedia

É importante notar, também, que as artes rupestres não se restringem apenas à pintura, do ponto de vista de um pigmento sendo depositado sobre um material. Em alguns sítios arqueológicos, principalmente na Mesopotâmia, as rochas eram gravadas por meio de fendas, como gravuras que decoravam o ambiente ou até mesmo os utensílios de uso diário. 

Locais em que existem pintura rupestre

As pinturas rupestres mais estudadas ao longo da história se concentram no continente europeu, principalmente porque os povos dessas regiões passaram a pesquisar e publicar esses assuntos com o desenvolvimento da História enquanto ciência. 

As cavernas francesas: Les Trois-Frères e de Lascaux abrigam pinturas do Paleolítico Superior, assim como a famosa Caverna de Altamira na Espanha. Já na Itália, são encontradas pinturas da Idade do Ferro, período da pré-história em que a espécie humana ganhou habilidades na manipulação de metais. 

O estudo das artes rupestres é importante do ponto de vista histórico, principalmente quando o parâmetro geográfico é estudado em conjunto. Afinal, a datação dessas pinturas e correlação com suas localizações permite correlacionar o contexto pré-histórico, com o clima, tipos de animais e o posicionamento desses grupos humanos na cronologia. 

Assim, pode haver uma associação com outros vestígios arqueológicos para a compreensão da distribuição da espécie humana ao redor do planeta Terra ao longo do tempo: quais continentes foram povoados primeiramente, quais possíveis espécies animais habitavam a região, entre outros aspectos. 

Pintura rupestre no Brasil

Entre os sítios arqueológicos em que são encontrados registros rupestres, estão algumas localidades brasileiras. Entre elas, a mais citada é o Parque Nacional da Serra da Capivara, que fica no Piauí e reúne mais de mil vestígios históricos importantes, segundo informações oficiais do governo brasieliro, representa “a maior concentração de sítios arqueológicos atualmente conhecida nas Américas.” 

As pinturas lá encontradas datam de mais de 40 mil anos atrás e, dada a importância desses conteúdos para a história do Brasil e da Humanidade, trata-se de uma região protegida como patrimônio histórico do ponto de vista nacional, e tem proteção patrimonial por meio da Organização das Nações Unidas para a Educação e a Cultura (Unesco).

pintura rupreste no brasil
Imagem: Reprodução/Wikimedia

Nesta região, as pedras são areníticas e constituem uma paisagem deslumbrante, ao mesmo tempo em que diferentes pinturas rupestres são encontradas, e representam o vestígio mais importante sobre a presença remota da espécie humana na América do Sul. 

Atualmente, propõe-se que o clima e vegetação do nordeste brasileiro favoreceram que a região fosse menos acessada pela população local e, principalmente, pelos exploradores durante o expansionismo europeu. 

Assim, as artes rupestres produzidas naquela região ficaram mais preservadas e isso explica porque os principais parques nacionais com vestígios artísticos pré-históricos são nordestinos, incluindo um em Pernambuco, um no Rio Grande do Norte, dois no Piauí e um na Paraíba. Além desses, existem mais dois grupos de sítios arqueológicos em Minas Gerais, além de outro no Mato Grosso. 

Questões sobre pintura rupestre

Universidade Estadual de Londrina (UEL)  – 2018

questão sobre pintura rupestre

(Disponível em:  http://www.filmeb.com.br/calendario-de-estreias/cavernados-sonhos-esquecidos>. Acesso em: 9 out. 2017).

Com base na figura e nos conhecimentos sobre arte paleolítica, assinale a alternativa correta.

A) A pintura feita com guache é uma característica desse período, que consiste na mistura de alguns tipos de terra; tais pinturas serviam para catalogar o que haviam caçado, garantindo a diversidade de espécies nas caças seguintes.
B) As pinturas e os desenhos foram feitos com pigmentos minerais e vegetais, fixados com gordura animal; tais produções são relacionadas a aspectos mágicos, presentes no cotidiano das organizações pré-históricas.
C) As pinturas funcionavam como oferenda aos deuses e, pelas dimensões, é possível perceber o nível de reverência; os artistas desse período empenhavam-se na produção de uma arte religiosa com fins decorativos.
D) As pinturas e os desenhos encontrados nas grutas eram feitos como afrescos e representam figuras híbridas, metade humana e metade animal; os mitos gregos têm suas origens nessas imagens da pré-história.
E) Nos registros encontrados nas cavernas, as figuras de destaque remetem à flora; para os povos paleolíticos esses desenhos caracterizaram o momento em que deixaram de ser nômades e, para a história, foi o início das catalogações de todas as espécies.

Resposta: Vimos que as representações de animais feitas pelos povos da pré-história eram provavelmente feitas pelos caçadores, que imaginavam que com isso os verdadeiros animais sucumbiriam às suas habilidades.

Alternativa correta: B. 

Estude para as provas com a Coruja!

O Estratégia Vestibulares trabalha para que sua jornada de estudos seja mais acessível e adaptável. Com os Livros Digitais Interativos (LDI), você pode ler o material, grifar, fazer comentários e tudo isso fica compilado em um resumo só seu, para você acessar sempre que desejar. Clique no banner e saiba mais!

EV - CTA - Turma do Meio do Ano - Ultimo Lote 2024
Você pode gostar também