Sistema Imunitário (imune): anticorpos, vacina, soros e mais

Sistema Imunitário (imune): anticorpos, vacina, soros e mais

Você já se vacinou? Você conhece a importância das vacinas? Aprenda, no artigo a seguir, como é a criação de defesa do nosso organismo, a relação entre o sistema imunitário, também conhecido como sistema imune, e a vacinação e veja a importância desse assunto nos vestibulares.

O que é o Sistema Imunitário?

O sistema imunitário, também conhecido como sistema imunológico, é responsável pela defesa do nosso organismo. A imunologia, área das ciências biológicas que estuda a defesa corporal humana, reconhece diferentes tipos celulares envolvidos na resposta imune. Por meio dela, o corpo pode reconhecer, processar e neutralizar microrganismos patogênicos.

Por meio desse conhecimento, é possível a criar mecanismos de proteção contra diferentes tipos de doenças. Esse é o caso das vacinas, dos soros, dos remédios que controlam a atividade imunológica, entre outras tecnologias que lidam com esse sistema. 

Sistema Imunitário: conceitos importantes

O estudo do sistema imunitário para o Enem requer o entendimento de conceitos importantes. Essas definições precisam estar bem estabelecidas durante o entendimento da resposta imune, uma vez que esses temas têm sentidos parecidos e não podem ser confundidos entre si. 

  • Imunidade: esse conceito representa toda o sistema de ativação, defesa e neutralização imunológica; 
  • Resposta Imune ou imunológica: é a atividade corporal que se inicia após o contato com algum “agressor biológico”. Por exemplo, uma bactéria instalada no intestino pode gerar uma resposta imunológica;
  • Antígeno: é a molécula, substância ou microrganismo que tem a capacidade de desencadear a resposta imunológica. A partir do exemplo anterior, a bactéria representa o antígeno;
  • Patógeno: é a denominação específica para os organismos que estimulam a atividade imune quando se hospedam no corpo. Nesse grupo estão os vírus, as bactérias, os fungos, os protozoários, os helmintos, entre outros; e
  • Anticorpo: é a molécula que consegue reagir com o antígeno (ou patógeno) para que ocorra sua neutralização e/ou morte — esse é um dos principais mecanismos envolvidos na resposta imunológica e no desenvolvimento de vacinas. 

Composição do Sistema Imunitário

Assim como nos outros sistemas da fisiologia humana, a imunidade possui um conjunto de órgãos e células especializadas na defesa do corpo. Todo esse complexo é formado desde a gestação, quando a embriologia nota o desenvolvimento de células de defesa, e se aprimora até o fim da vida humana.

Glóbulos Brancos

Os glóbulos brancos são células presentes no sangue e que são responsáveis por ativar a resposta imunológica, sinalizar a presença de antígenos, neutralizá-los e destruí-los. 

Em geral, destacam-se os seguintes tipos: macrófagos, neutrófilos, linfócitos T auxiliadores, linfócitos T citotóxicos, linfócitos B, monócitos, basófilos, eosinófilos, entre outros. A nível de vestibular é importante compreender as seguintes funções:

Tipo de glóbulo brancoFunção
MacrófagoFaz a destruição do antígeno a partir de fagocitose
Linfócito T auxiliador (também chamado de CD4)Sinalizam os linfócitos B para a continuidade da resposta imunológica e da produção de anticorpos
Linfócito T citotóxico (também chamado de CD8 ou matador)São responsáveis pela detectar e destruir células infectadas por antígenos intracelulares, como os vírus
Linfócito BProduzem os anticorpos necessários para a paralisação do antígeno

Órgãos Linfáticos

Os principais órgãos imunológicos que possuímos são o baço, os linfonodos, as tonsilas, o apêndice cecal, a medula óssea e o timo. Eles podem ser divididos segundo a classificação:

  • Órgãos imunológicos primários: são responsáveis pela formação e amadurecimento das células de defesa. Nesse grupo estão o timo, que dá origem aos linfócitos do tipo T, e a medula óssea, que forma os linfócitos B; e
  • Órgãos imunológicos secundários: estão relacionados com a ativação da imunidade quando ocorre uma sinalização antigênica. Aqui estão contados os linfonodos e o baço.

Esses órgãos estão conectados por meio dos vasos linfáticos, estruturas vasculares responsáveis pela drenagem da linfa no corpo. Mas, afinal, o que é a linfa? Ela é a mistura dos líquidos que ficam entre as células com leucócitos (tipo celular responsável pela defesa).

Por meio da comunicação da linfa com os sistemas do corpo humano, é possível que a resposta imunológica seja ativada e integrada com rapidez e eficiência. Para isso, é muito importante que todo o corpo possua sinalizadores imunológicos.

O sistema respiratório, por exemplo, possui conjuntos de células responsáveis por detectar e inutilizar antígenos inspirados. No decorrer do trato gastrointestinal também existem mecanismos de imunidade capazes de paralisar a ação de patógenos e antígenos.

Sistema imunitário: vacinas e soros 

O funcionamento dessas ferramentas é necessário em diversas situações. Enquanto as campanhas de vacinação são essenciais para a prevenção e contenção de surtos epidemiológicos, os soros são capazes de paralisar a ação de antígenos com letalidade potencial. Veja nos tópicos abaixo!

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

Vacinas

As vacinas possuem antígenos mortos, processados ou inativos que são administrados com a intenção de gerar uma resposta imunológica no paciente. Com isso, o sistema imunitário é ativado e começa a produzir anticorpos e células de defesa contra aquele antígeno em específico.

Como a infecção não é capaz de se propagar, já que o patógeno está inativo, o corpo continua com suas funções normais e algumas das células geradas na resposta imune são “guardadas”. Elas são denominadas células de memória e são responsáveis pela neutralização daquele antígeno quando o indivíduo tiver um novo contato com ele. 

É dessa forma que as vacinas contra a covid-19 funcionam, elas são capazes de gerar memória imunológica. Assim, quando um cidadão contatar outra vez o Sars-CoV-2, já possuirá células de defesas prontas para lidar com o vírus. 

Perceba que elas não têm a função de evitar que o paciente se contamine, mas facilitam a resposta imunitária para que o organismo responda mais rapidamente à infecção — o que diminui o tempo da doença e aumenta as chances de sobrevivência e recuperação. 

Soro

Os soros, por sua vez, são necessários nas situações em que o indivíduo teve contato com um antígeno potencialmente letal e precisa de uma resposta rápida do sistema imunitário. 

Como muitas vezes o corpo não dá conta de neutralizar sozinho o agente infeccioso, opta-se por administrar um soro que contém os anticorpos necessários para detectar e destruir o antígeno.

Isso é muito comum quando ocorre a picada de animais peçonhentos como cobras, aranhas e escorpiões. O paciente é levado ao hospital e recebe os anticorpos prontos para lidar com o veneno desses bichos.

Questão de sistema imune

Agora que você já conhece os principais componentes, células e mecanismos do sistema imunitário, responda a questão abaixo sobre o tema e confira a resolução proposta pelo Estratégia Vestibulares.

UFRGS 1997

Quando uma pessoa é picada por um animal peçonhento, deve procurar socorro através de

a) soro, que induzirá a formação de anticorpos.
b) soro, porque é composto por antígenos específicos.
c) soro, porque contém anticorpos prontos.
d) vacina, porque fornecerá ao organismo elementos de defesa.
e) vacina, para eliminar quimicamente o veneno.

A picada de animais peçonhentos requer uma resposta imunológica rápida, por isso,a utilização de soros com anticorpos prontos é necessária para a neutralização dos antígenos. A alternativa correta é a letra C.

Assista uma aula grátis de biologia

Quer aprender mais sobre fisiologia e conhecer macetes, truques e dicas que podem te ajudar na hora da prova de biologia? Assista a aula desse assunto montada, coordenada e apresentada pela equipe do Estratégia Vestibulares.

Quer treinar seu conhecimento com mais questões retiradas de vestibulares? Conheça o banco de questões do Estratégia Vestibulares: aqui você encontra simulados, livros digitais, aulas gravadas com excelente didática, fórum de dúvidas e correção de redação. Clique no banner abaixo e confira outras ofertas:

Estratégia Vestibulares sistema imunitário

Veja também:

Você pode gostar também