Pode ou pôde: qual é a diferença?

Pode ou pôde: qual é a diferença?

O Portal Estratégia Vestibulares preparou esta matéria para te ajudar a não se confundir mais os termos “pode” e “pôde”

Você sabe quando usar corretamente os termos “pode” e “pôde”? Por mais que sejam parecidos e um problema de concordância recorrente, o uso de cada uma das palavras é diferente.

A seguir, o Portal Estratégia Vestibulares separou as principais informações a respeito da diferença entre “pode” e “pôde” para evitar possíveis confusões.

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

Pode ou pôde: qual é a diferença?

A seguir, confira algumas classificações e regras básicas dos termos que te ajudarão:

  • Pode: verbo “poder” na terceira pessoa do singular do presente do indicativo
  • Pôde: verbo “poder” no pretérito perfeito do indicativo

Pode: como usar?

A palavra “pode” é usada para indicar uma ação que acontece no instante ao que está sendo narrativo, sendo utilizada na terceira pessoa do singular do presente do indicativo. 

  • Ela não pode jogar futebol agora.
  • O estudante pode sair mais cedo.
  • Você pode ir ao mercado?
  • Meu irmão pode te ajudar.

Pôde: como usar?

Já o termo “pôde” é a forma do verbo “poder” no pretérito perfeito do indicativo, sendo utilizada para indicar uma ação que teve início e fim no passado.

  • Ela não pôde jogar futebol ontem.
  • O aluno não pôde participar da prova.
  • Maria não pôde dançar no último domingo.
  • Ele não pôde comparecer ao evento.

Mais dicas de estudo

Estude com o Estratégia Vestibulares

Que tal conferir mais dicas de Português? Com o Estratégia Vestibulares você tem acesso a benefícios exclusivos, como cursos, simulados preparatórios, redações corrigidas e revisões que te ajudarão a conquistar a vaga dos seus sonhos!

EV - CTA - Turma do Meio do Ano - Ultimo Lote 2024
Você pode gostar também