Conectivos na redação: veja as diferentes funções e como usá-los

Conectivos na redação: veja as diferentes funções e como usá-los

Com diferentes funções, os conectivos trazem coesão e coerência para um texto. Veja como usá-los e dicas

Os conectivos são termos utilizados para interligar orações, períodos, frases e parágrafos, fazendo com que haja uma sequência lógica no argumento ou ideia apresentada. Portanto, eles são um dos elementos que garantem a coerência e coesão de um texto.

Quando falamos da redação do Enem, por exemplo, é necessário dizer que o item faz parte da competência 4 do exame: “coesão e coerência”. Assim como nas outras competências, o aluno tem como nota máxima o 200, que segundo o edital, demonstra que o candidato “articula bem as partes do texto e apresenta repertório diversificado de recursos coesivos”.

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

Lista de conectivos e suas funções

Para que você saiba quais são os conectivos existentes na língua portuguesa e suas funções, preparamos uma lista. Confira abaixo:

Adição

São usados para acrescentar algo que tenha relação com o que já foi apresentado no texto.

  • ainda; adicionalmente; além disso; ademais; bem como; e; nem; não só…mas também; não apenas; não somente; como; do mesmo modo; depois; finalmente; em seguida; também.

Afirmação

Um conectivo de afirmação é usado para ressaltar uma ideia, expressar certeza sobre o que está sendo dito.

  • certamente; decerto; evidentemente; é evidente; indubitavelmente; por certo realmente; seguramente; sem dúvida.

Alternância

Os conectivos de alternância indicam mais de uma opção para a sentença

  • em alternativa; ou… ou; ora… ora; não… nem; seja… seja; quer… quer.

Causa ou consequência

São usados para contextualizar as consequências e causas de um fenômeno ou ação.

  • devido a; dado que; em virtude de; portanto; visto que; pois; já que; porque; graças a; uma vez que; por consequência; posto que; em virtude de; visto que.

Comparação

Servem para estabelecer uma relação com um conceito ou ideia já introduzido no texto, comparando-os.

  • assim como; como; da mesma maneira; da mesma forma; similarmente; mais que; menos que; que nem; tão…quanto; tão…como; tanto…quanto; tal qual.

Concessão

Indica uma ressalva no conteúdo que está sendo transmitido dentro do texto.

  • apesar de; ainda que; ainda assim; embora; mesmo que; por mais que; se bem que.

Conformidade

Aponta para argumentos de outros textos, por meio de intertextualidade, ou para ideias já apresentadas no mesmo artigo.

  • assim também; conforme; segundo; consoante; como; de acordo com; igualmente; sob o mesmo ponto de vista.

Conclusão

São usados para encerrar um parágrafo ou resumir conceitos apresentados em uma sentença ou texto.

  • assim; então; por conseguinte; pois; por isso; enfim; em conclusão; em suma;  logo; portanto.

Condição

Conectivos de condição oferecem hipóteses para situações futuras que podem acontecer no texto.

  • a não ser que; ao menos que; caso; eventualmente; contanto que; se; salvo se.

Veja também:
Quais são as 5 competências da redação do Enem?
Redação dissertativa-argumentativa: o que é, como escrever e exemplos
Repertório Sociocultural para redação: 7 citações coringa
Redação nota 1000: leia 10 redações da última edição do Enem

Dúvida

São usados para adicionar probabilidade ou, como o nome diz, dúvida, sobre um ponto do artigo ou sentença.

  • é provável; provavelmente; quiçá; porventura; possivelmente; quem sabe; se é que; talvez.

Exemplificação

Traz para o texto algum exemplo que contextualiza um argumento apresentado.

  • em outras palavras; exemplificando; isto é; por exemplo; tal como.

Finalidade

Tem como objetivo finalizar um argumento apresentado ou mesmo revelar o que o artigo deseja alcançar enquanto propósito.

  • para que; a fim de que; com a finalidade de; ao propósito; com o fim de.

Negação

O objetivo de um conectivo de negação é refutar algo ou indicar uma negativa.

  • jamais; de jeito nenhum; não; nunca; tampouco; em hipótese alguma.

Proporção

Transmite para a sentença uma quantificação sobre um argumento, caracterizando algo ou alguém.

  • à proporção que; à medida que; ao passo que; quanto mais; quanto menos, tanto mais, tanto menos.

Reformulação

Como o nome diz, o objetivo é reformular uma sentença, corrigindo ou reiterando uma informação já transmitida no texto.

  • dito de outro modo; em outras palavras; mais precisamente; melhor dizendo; ou melhor; em outros termos.

Resumo

Conectivos de resumo trazem uma síntese para o que foi apresentado no texto ou sentença.

  • em resumo; em síntese; em suma. 

Sequência

Tem como objetivo seguir um argumento, dando continuidade ao que está sendo apresentado.

  • antes de; concluindo; em segundo lugar; em seguida; em síntese; em primeiro lugar; primeiramente; depois de; para terminar; finalizando;…

Oposição

Conectivos de oposição servem para opor ideias colocadas no texto ou em uma sentença.

  • apesar de que; contudo; entretanto; embora; em vez de; mas; porém; todavia; no entanto; senão; mesmo que; não obstante; pelo contrário; por outro lado.

Como usar os conectivos em uma redação?

Com tantos conectivos e funções distintas para cada um, é necessário saber como usar para não se perder e nem mesmo passar uma impressão diferente da desejada. Veja algumas dicas para usá-los em uma redação.

Pense na quantidade

A naturalidade deve ser um ponto forte no uso de conectivos. Quando o candidato demonstra essa característica, as chances de ter uma redação bem avaliada aumentam. Por isso, pensar na quantidade usada é importante, já que a ideia tem que ser apresentada com clareza e objetividade.

Variedade de termos

Ter excesso de repetições dos mesmos termos pode indicar para a banca uma pobreza lexical e até mesmo um repertório restrito do uso da língua portuguesa. E, como mencionamos acima, a competência 4 do Enem diz diretamente sobre isso, assim como os outros vestibulares também consideram esse ponto.

Onde colocar cada conectivo

Ao ter uma ideia do caminho que seu texto fará — introdução, argumentação e conclusão —, é necessário estruturar os conectivos que serão usados. Pense nas funções de cada um para que sua argumentação faça sentido e traga clareza para o avaliador conforme o artigo avança.

Dê efeitos e texturas ao texto

Trazer sensações e camadas ao texto faz com que a banca preste atenção no que está sendo argumentado. É importante saber destacar um ponto que pode dar ênfase ao conteúdo, assim como ampliar seu ponto de vista sobre uma opinião ou fato.

Mas cuidado com o exagero

A valorização da sua redação vem da linguagem exigida e como a ideia é transmitida. Uso de termos que deixem seu texto monótono, poluído ou mesmo cansativo devem ser evitados. Assim como o excesso de coloquialidade ou mesmo da norma culta.

Treine!

Praticar a escrita de redações faz com que cada artigo tenha mais repertório, qualidade e avanço em todas as competências necessárias para você tirar uma boa nota em qualquer vestibular do país. Além disso, o uso da língua portuguesa é comunicação, o que é usado em toda e qualquer interação social no futuro.

Pratique com o Estratégia Vestibulares

Você sabia que acertamos o tema da redação do Enem 2021 em um de nossos simulados? Estude com nossos professores maravilhosos, pratique sua escrita e veja as correções da nossa equipe e fique fera nas redações dos vestibulares espalhados pelo país!

Você pode gostar também
Leia mais

Como começar uma redação?

O Estratégia Vestibulares preparou este artigo para te ajudar construir o início da redação de maneira clara, objetiva e assertiva