Surgimento da Sociologia: contexto histórico

Surgimento da Sociologia: contexto histórico

As mudanças que acontecem nas instituições, no geral, causam impactos na população a curto e longo prazo. Durante o século XVIII, por exemplo, as alterações sociais evidenciaram a necessidade de uma ciência que estudasse as sociedades — nesse contexto se deu o surgimento da sociologia.

Para te ajudar a conectar os acontecimentos históricos e os estudos científicos, o Estratégia Vestibulares construiu o resumo a seguir, que trata sobre a ciência sociológica, seu nascimento e desenvolvimento. Confira e veja também como o assunto cai nas provas!

O que é sociologia?

Em uma definição simplificada e objetiva, a sociologia é a área científica destinada ao estudo das sociedades humanas. Assim, busca entender as relações entre os diferentes grupos de uma comunidade, bem como a interação entre essas comunidades. 

Ela está contada com as ciências sociais e humanas, e torna-se base para a compreensão da estratificação e das realidades nas diferentes populações. Além disso, a partir da sociologia nasceram diferentes modelos de organização, como o positivismo, o socialismo e o capitalismo.

Atualmente, com apoio de outras áreas, como a Psicologia, a Ciência Política, a Economia, a Antropologia, a História, a Geografia (e outras) a Sociologia visa entender não somente o surgimento das sociedades, mas estuda formas de intervir no desenvolvimento dessas organizações. 

Contexto histórico do surgimento da sociologia

O surgimento da sociologia ocorreu entre os séculos XVIII e XIX, perpassando o período conhecido como o século das luzes. Nessa época, ascenderam os movimentos da Revolução Francesa, bem como o iluminismo e a revolução industrial. 

Antes mesmo desse processo, é importante entender as alterações sociais que o mundo já enfrentava: o sistema feudal era simples e não necessitava de grandes esforços para ser compreendido. Isso porque o sistema estamental tinha pouca mobilidade social e era justificado religiosamente — não havia espaço para questionamentos.

Com o nascimento dos burgos, o aumento da comercialização, mercantilismo e o contato com novos povos, a população passou a perceber novas maneiras de enxergar a organização social. A seguir, o fortalecimento econômico dessa classe conferiu a ela maior poder político.

Nesse contexto é que ocorre o renascimento, momento em que a humanidade se voltou para a racionalidade como forma de alcançar a verdade. O iluminismo passou então a propor maior separação entre a Igreja e o Estado, a partir de um olhar objetivo e científico. 

Em pouco tempo, ocorre a revolução industrial: a descoberta da máquina a vapor permite que a economia saia de um eixo familiar de manufatura e subsistência para um cenário de maquinofatura com grandes trocas mercantis. 

Durante esse processo, a população iniciou o movimento de êxodo rural: as aglomerações urbanas começaram a se formar, a mudança da estrutura social se evidencia e novos problemas sociais surgem. 

Por exemplo, a junção dos trabalhadores no ambiente fabril causa maior socialização entre os homens, visto que anteriormente o trabalho camponês era mais solitário. Dessa forma, nascem diferentes vínculos sociais e os primeiros padrões coletivos. 

Ao mesmo tempo, os centros urbanos não possuíam estrutura apropriada para o recebimento do proletariado, isso ocasionou fome, miséria, desemprego, violência e epidemias.

Além de todos esses fatores, deve ser citada a influência da Revolução Francesa para o surgimento da sociologia: o lema de liberdade, igualdade e fraternidade fortaleceu o poder da população para alterar as organizações sociais.  

Por assim dizer, o movimento francês foi decisivo na quebra do regime monárquico e no nascimento de uma política laica, com aparato legal. Mas, de maneira contraditória, a revolução deixou a população francesa sem um direcionamento social.

Com todos os elementos listados, percebe-se que o contexto histórico caótico “empurrou” os estudiosos para a criação de uma ciência que estudasse esses acontecimentos de maneira mais aprofundada. 

A intenção dos primeiros sociólogos, então, era de entender essas modificações e propor novas formas de arranjos sociais para o povo francês, como fizeram Karl Marx e Marx Weber.

Sociologia: crescimento e consolidação

Acredita-se que os responsáveis pelo surgimento da sociologia sejam os filósofos iluministas, que introduziram essas ideias na comunidade científica da época — como os conceitos contratualistas de Thomas Hobbes. 

O termo sociologia, entretanto, foi criado pelo estudioso Auguste Comte, responsável por criar a teoria positivista. Nela, buscava-se uma ciência “neutra”, que explicasse as leis que regem a sociedade.

Para essa corrente, as relações humanas deveriam ser observadas tal qual os fenômenos naturais: de maneira sistematizada, objetiva e sem influência dos consensos morais. 

No positivismo, foi criada a lei dos três estágios, que acreditava na evolução da sociedade como um organismo, veja:

  • Estado teológico: o conhecimento é teológico, os arranjos e comunidades são mais “simples”;
  • Estado metafísico: neste estágio, a arte e a filosofia estão mais fortalecidas e aquela população está em processo de desenvolvimento; e 
  • Estado positivo: seria o ponto máximo de uma organização social, em que a ciência é considerada a maior fonte de informação.

Por fim, a consolidação da sociologia como área de estudo foi efetuada pelo sociólogo Émile Durkheim, que criou um sistema metodológico para pesquisar a sociedade a partir da observação.

Questão de surgimento da sociologia

Treine seu conhecimento sobre o surgimento da sociologia e veja como esse tema aparece nas questões de vestibulares. Não deixe de conferir a resolução proposta pela Coruja!

UEL 2005

A Sociologia é uma ciência moderna que surge e se desenvolve juntamente com o avanço do capitalismo. Nesse sentido, reflete suas principais transformações e procura desvendar os dilemas sociais por ele produzidos. Sobre a emergência da sociologia, considere as afirmativas a seguir.

I. A Sociologia tem como principal referência a explicação teológica sobre os problemas sociais decorrentes da industrialização, tais como a pobreza, a desigualdade social e a concentração populacional nos centros urbanos.

II. A Sociologia é produto da Revolução Industrial, sendo chamada de “ciência da crise”, por refletir sobre a transformação de formas tradicionais de existência social e as mudanças decorrentes da urbanização e da industrialização.

III. A emergência da Sociologia só pode ser compreendida se for observada sua correspondência com o cientificismo europeu e com a crença no poder da razão e da observação, enquanto recursos de produção do conhecimento.

IV. A Sociologia surge como uma tentativa de romper com as técnicas e métodos das ciências naturais, na análise dos problemas sociais decorrentes das reminiscências do modo de produção feudal.

Estão corretas apenas as afirmativas:

a) I e III.
b) II e III.
c) II e IV.
d) I, II e IV.
e) I, III e IV.

Resolução

A afirmação I está incorreta porque a sociologia busca explicação científica sobre as problemáticas citadas. 

A frase II está correta, uma vez que, a partir da crise causada pelas mudanças da revolução industrial, ocorreu o surgimento da sociedade. 

A afirmativa III é certa, já que no contexto histórico do surgimento da sociologia a valorização da racionalidade foi elemento essencial. 

Por fim, o conteúdo afirmado em IV está errado, já que o nascimento do estudo sociológico está atrelado às técnicas e métodos das ciências naturais.

Por essas razões, a alternativa correta é a letra B.

Veja mais sobre o surgimento da sociologia

Quer aprender mais sobre o surgimento da sociologia? Veja a aula abaixo que trata sobre os assuntos fundamentais dessa ciência, o que fundamenta seu conhecimento para prosseguir no estudo dela:

Conheça também a plataforma do Estratégia Enem e Vestibulares: nossos cursos foram formulados para te proporcionar um estudo estratégico, objetivo e focado na universidade que você deseja. Com aulas didáticas, correção de redação e plantões de dúvidas, clique no banner abaixo e confira:

CTA - Estratégia Vestibulares 4
Você pode gostar também