UFPB: Sisu, cursos, vagas, como ingressar e muito mais

UFPB: Sisu, cursos, vagas, como ingressar e muito mais

O Portal Estratégia Vestibulares separou as principais informações sobre o processo seletivo via Sisu da UFPB, além de calendário, vagas, cursos e oportunidades

Você tem interesse em ingressar na Universidade Federal da Paraíba (UFPB)? Com o Estratégia Vestibulares você tem acesso a todas as informações, cursos e simulados preparatórios que te ajudarão nesta jornada!

Veja também:
+ Edital Enem 2023: datas, inscrições, provas
+ Como calcular a nota do Enem?
+ Local de prova do Enem 2023 está disponível; acesse seu Cartão de Confirmação

Sobre a UFPB

A Universidade Federal da Paraíba, anteriormente nomeada de Universidade da Paraíba, foi fundada em 1934, após a criação da Escola de Agronomia do Nordeste, e atualmente possui uma estrutura multi-campi com atuação nas cidades de João Pessoa e Santa Rita, Areia, Bananeiras e Rio Tinto e Mamanguape.

A instituição possui 123 cursos de graduação, cinco deles avaliados com cinco estrelas pelo Guia do Estudante, e mais de 40 mil estudantes matriculados. Além disso, a universidade é referência para os estudantes que buscam ingressar no Ensino Superior na região, consagrando-se na 31° posição entre as melhores instituições de Ensino Superior da América Latina, segundo o Webometrics Ranking of World Universities.

A universidade também ocupa a primeira posição entre as instituições que mais oferecem vagas no Sisu. Na última edição, a UFPB ofertou 7625 vagas de ingresso pelo Sisu 2023.

Calendário UFPB, Enem e Sisu

Enem 2024

  • Divulgação do edital
    10/05/2024 – acesse o edital
  • Período de solicitação de isenção e justificativa de ausência
    15 a 26/04/2024
  • Divulgação do resultado do pedido de isenção e da justificativa de ausência
    13/05/2024
  • Recurso da justificativa de ausência e permissão de isenção da taxa de inscrição
    13 a 17/05/2024
  • Resultados do recurso da justificativa de ausência e pedido de isenção da taxa de inscrição
    24/05/2024
  • Período de inscrições do Enem 2024
    27/5 a 14/6/2024
  • Pagamento da taxa de inscrição
    27/5 a 19/6/2024
  • Divulgação do local de prova do Enem 2024
    Ainda não foi divulgado
  • Provas Enem 2024
    03/11 e 10/11/2024
  • Divulgação do gabarito oficial
    20/11/2024
  • Divulgação do resultado
    13/01/2025

Sisu 2024

  • Divulgação do edital: 29/12/2023;
  • Período de inscrição: 22 a 25/01/2024;
  • Resultado da lista única: 30/01/2024;
  • Período para participar da lista de espera: 30/01 a 07/02/2024. 

Como ingressar na UFPB

Para ingressar na universidade, os candidatos devem se inscrever no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), criado pelo Ministério da Educação (MEC). Essa forma de ingresso exige que os estudantes tenham realizado a última edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), e não tenham zerado a redação. Para mais informações, os estudantes podem conferir o site da instituição destinado ao sistema.

Como funciona o Sisu?

O Sisu é um programa que seleciona estudantes para ingressarem em instituições federais e estaduais de Ensino Superior. Além disso, é um sistema online que reúne candidatos e instituições em uma mesma plataforma, auxiliando na escolha dos candidatos.

Para realizar a inscrição, o candidato deve ter em mãos o número de inscrição do Enem e a senha utilizada para acesso ao sistema. Ao entrar no site, deve escolher o curso e a instituição que deseja concorrer às vagas, atentando-se aos prazos e atualizações nos sites das próprias universidades.

Vale ressaltar que não há pagamento de taxa de inscrição e essa forma de ingresso acontece duas vezes ao ano. Ao decorrer da semana em que as inscrições estão abertas, as notas de corte dos cursos costumam sofrer alterações conforme a demanda e escolha dos candidatos. Após o encerramento das inscrições, é divulgada uma lista com os aprovados.

Na edição do Sisu 2022/2, a UFPB apresentou uma das maiores notas de corte da edição entre as instituições inscritas no programa. O curso de Direito revelou-se com a nota de corte em 808,76 e a relação candidato/vaga foi de 323.

Quais são as modalidades de concorrência?

No Sisu, os candidatos podem se inscrever em três modalidades, sendo elas: vagas de ampla concorrência, vagas reservadas para a Lei de Cotas e vagas destinadas às ações afirmativas de cada instituição.

Dessa maneira, durante a chamada regular, os candidatos que optarem por concorrer a uma determinada modalidade, estarão participando com os demais participantes que optaram pelo mesmo curso. Assim, o próprio sistema selecionará os candidatos que obtiveram as melhores notas no Enem dentro daquela categoria.

Lei de Cotas Sisu

A Lei de cotas nº 12.711/2012 foi atualizada (Lei 14.723/23) e a ordem das vagas de ampla concorrência é a principal alteração inserida. A partir de agora os candidatos que têm direito à reserva de vagas por cotas concorrem nas vagas de ampla concorrência e a reserva só será utilizada para os participantes que não atingirem nota suficiente para conseguir uma vaga na modalidade. Além disso, quilombolas foram incluídos na nova lei.

Criada em 2012, a Lei nº 12.711 possibilita o ingresso exclusivo de estudantes que cursaram o Ensino Médio em escolas públicas em 50% das vagas por curso e turno em todas as instituições federais de ensino cadastradas no programa. Da totalidade (100%) das vagas, metade delas são destinadas a estudantes com renda familiar mensal de até 1,0 (anteriormente o valor era de 1,5) salário mínimo.

Há também a proporção de autodeclarados pretos, pardos e indígenas de acordo com a composição étnica do Estado federativo da instituição de acordo com o último Censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que é, portanto, um número que varia de acordo com o Estado.

É necessário participar de uma série de trâmites que envolvem a documentação comprobatória para cada uma das modalidades. Portanto, os candidatos que optarem por tais formas de entrada precisam conferir os próximos passos de cada instituição de ensino.

+ Lei de Cotas: o que muda com a atualização?

Resultado e abertura das inscrições do Sisu

O período de inscrições do Sisu 2024 acontece entre os dias 22 a 25 de janeiro e a divulgação dos resultados do programa será no dia 30 do mesmo mês. Confira o edital do Sisu 2024, divulgado no dia 29 de janeiro de 2023.

Ações afirmativas UFPB

As modalidades de ação afirmativa da UFPB são designadas para os estudantes que tenham cursado o ensino médio em escolas públicas, com a reserva de 50% das vagas de acordo com o curso e turno

Dessas vagas, 50% são destinadas aos estudantes oriundos de famílias com renda igual ou inferior a 1,0 salário-mínimo per capita. Além disso, os outros 50%, serão preenchidos por candidatos autodeclarados pretos, pardos e indígenas e por pessoas com deficiência. 

Vale ressaltar que essa divisão é feita com base, no mínimo, na proporção igual ao percentual de pretos, pardos, indígenas e pessoas com deficiência na população da unidade da federação onde está instalada a instituição, segundo o último censo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Como é o Enem?

O Enem é um exame criado para dar oportunidades aos estudantes para ingressarem em instituições de ensino superior. A prova do Enem é aplicada anualmente no fim do ano, e conta com 180 questões feitas em dois dias consecutivos. No primeiro dia, os candidatos respondem questões de múltipla escolha Ciências Humanas e Linguagens e Códigos. Já no segundo dia, são questões de Ciências da Natureza e Matemática.

Locais de prova 

O local de prova para realizar o Enem é divulgado a pouco menos de um mês para o dia da prova. Na edição de 2022, os locais de prova foram divulgados no dia 24 de outubro. Saiba como acessar:

  • Acesse a Página do Participante do Enem;
  • Clique em “Página do Participante – Acessar com Gov.Br”;
  • Faça o seu login com a sua conta do Gov.Br, o site de acesso único do governo federal;
  • Clique em “Local de prova”; e
  • Com isso, um personagem interativo da Página do Participante lhe enviará um botão escrito “Local de Prova”, clique nele e tenha acesso ao Cartão de Confirmação com os seus dados pessoais e o local em que você fará o Enem.

No cartão de confirmação disponibilizado aos candidatos, é possível encontrar informações como número de inscrição, local de prova (endereço, número e sala), datas e horários da prova, opção de língua estrangeira escolhida e atendimentos específicos, caso tenham sido solicitados.

Destaca-se que não é obrigatório levar o cartão de confirmação nos dias de prova, mas o documento contém as principais informações do exame de forma acessível a todos. Não é possível mudar o local de prova e demais informações cadastrais.

O que levar no dia da prova?

Conforme o edital do Enem 2022, era necessário levar caneta esferográfica de tinta preta em material transparente, documento oficial com foto e máscara de proteção contra a Covid-19, caso a cidade ou o estado de realização da prova ainda a cobrem.

Como funciona a prova do Enem

A prova do Enem contém 180 questões, aplicadas em dois domingos consecutivos. O primeiro dia de prova possui duração de 5 horas e 30 minutos, com início às 13h30 e término às 19h. Já no segundo dia de aplicação, os candidatos têm até 5 horas para responder às questões, sendo entre 13h30 e 18h30.

No primeiro dia de prova, os candidatos respondem 90 questões de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, e Ciências Humanas e suas Tecnologias, e uma redação. Já no segundo dia, a prova é composta de questões que cobram dos candidatos conhecimentos em Ciências da Natureza e suas Tecnologias; e Matemática e suas Tecnologias.

Como é calculada a nota do Enem?

O Enem apresenta um modelo de correção chamado Teoria de Resposta ao Item (TRI), onde a calculada de forma diferente e mais complexa do que os demais vestibulares, ao não considerar apenas a quantidade de erros e acertos. 

Assim, cada área de conhecimento é avaliada de acordo com uma média obtida a partir da dificuldade das questões e do número de acertos do candidato. Para saber mais, confira nosso artigo sobre o assunto: “TRI: Como funciona a nota no Enem?”.

Como será o novo Enem

A partir de 2024, seguindo a reformulação do Ensino Médio, o Enem também mudará o seu formato. Após isso, o exame será dividido em duas etapas, sendo a primeira voltada aos dos conhecimentos gerais, de acordo com a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), e a segunda considerando os Itinerários Formativos do Novo Ensino Médio.

A primeira etapa é interdisciplinar e obrigatória. Já na segunda, o estudante deve escolher as provas conforme o Itinerário Formativo que realizou durante o ensino médio. 

Saiba mais: Novo Enem: veja o que muda no Enem a partir de 2024.

Como funciona a redação do Enem

A redação do Enem segue o modelo dissertativo-argumentativo, ou seja, apresenta um ponto de vista por meio de argumentos. Os candidatos devem escrever uma introdução, argumentação/contextualização e conclusão, apresentando também uma proposta de intervenção.

Os candidatos devem escrever o texto seguindo o tema proposto, e observando os textos de apoio disponibilizado para orientar os participantes. Além disso, há algumas regras, como o limite de até 30 linhas, escrita à mão, letra legível e respeitar os direitos humanos.

Como a redação é avaliada pela banca?

A redação do Enem é avaliada por meio de cinco competências, com o objetivo tornar a avaliação padronizada para todos os concorrentes. Veja quais são as competências

  • Domínio da escrita formal da Língua Portuguesa;
  • Compreensão do tema e adequação à proposta;
  • Organização das ideias;
  • Coesão e coerência; e
  • Proposta de intervenção.

Veja os últimos temas de redação do Enem

  • Redação Enem 2021 – Invisibilidade e registro civil: garantia de acesso à cidadania no Brasil
  • Redação Enem Impresso 2020 – O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira
  • Redação Enem 2019 – Democratização do acesso ao cinema no Brasil
  • Redação Enem 2018 – Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet
  • Redação Enem 2017 – Desafios para formação educacional de surdos no Brasil
  • Redação Enem 2016 – Caminhos para combater a intolerância religiosa no Brasil
  • Redação Enem 2015 – A Persistência da Violência contra a Mulher na Sociedade Brasileira
  • Redação Enem 2014 – Publicidade infantil em questão no Brasil
  • Redação Enem 2013 – Os efeitos da implantação da Lei Seca no Brasil
  • Redação Enem 2012 – O movimento imigratório para o Brasil no século XXI
  • Redação Enem 2011 – Viver em rede no século XXI: os limites entre o público e o privado

Matriz de Referência Enem

A Matriz de Referência do Enem é como o Conteúdo Programático para estudar para as provas. Neste documento, os participantes encontram os conteúdos que podem ser cobrados na prova de cada eixo e competência.

Esses eixos cognitivos são referentes a todas as áreas de conhecimento, e inclui cinco pontos, sendo eles: dominar linguagens, compreender fenômenos, enfrentar situações-problema, construir argumentação e elaborar propostas. Confira abaixo as descrições de cada uma delas:

  • Dominar linguagens (DL): dominar a norma culta da Língua Portuguesa e fazer uso das linguagens matemática, artística e científica e das línguas espanhola e inglesa;
  • Compreender fenômenos (CF): construir e aplicar conceitos das várias áreas do conhecimento para a compreensão de fenômenos naturais, de processos histórico-geográficos, da produção tecnológica e das manifestações artísticas;
  • Enfrentar situações-problema (SP): selecionar, organizar, relacionar, interpretar dados e informações representados de diferentes formas, para tomar decisões e enfrentar situações-problema;
  • Construir argumentação (CA): relacionar informações, representadas em diferentes formas, e conhecimentos disponíveis em situações concretas, para construir argumentação consistente;
  • Elaborar propostas (EP): recorrer aos conhecimentos desenvolvidos na escola para elaboração de propostas de intervenção solidária na realidade, respeitando os valores humanos e considerando a diversidade sociocultural. 

Provas de Habilidades Específicas UFPB

A universidade não possui provas de habilidades específicas para ingressar nos cursos de graduação.

Como se matricular na UFPB

Ao ser aprovado para ingressar em uma faculdade pelo Sisu, o estudante deve realizar a pré-matrícula on-line no site da instituição conforme os dias e horários determinados no site da instituição.

Notas de Corte UFPB

Confira as notas de corte dos 15 cursos mais concorridos da UFPB no Sisu 2022:

  • Medicina: 872,76 
  • Odontologia: 816,71 
  • Direito: 791,10
  • Ciência da Computação: 780,45
  • Biomedicina: 777,06
  • Direito: 771,80
  • Engenharia da Computação:770,35
  • Psicologia: 765,71
  • Arquitetura e Urbanismo: 760,85
  • Relações Internacionais:757,68
  • Enfermagem:748,13
  • Cinema e Audiovisual: 741,09
  • Ciência de Dados e Inteligência: 740,98

Cursos da UFPB

Confira a lista completa de cursos de graduação oferecidos pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB):

  • Administração
  • Agroecologia
  • Agroindústria
  • Agronomia
  • Antropologia
  • Arquitetura e Urbanismo
  • Artes Visuais
  • Biblioteconomia
  • Biotecnologia
  • Ciências Agrárias
  • Ciência da Computação
  • Ciência da Religião
  • Ciências Biológicas
  • Ciências Contábeis
  • Ciências Naturais
  • Ciências Sociais
  • Comunicação Social – Jornalismo
  • Comunicação Social – Radialismo
  • Design
  • Direito
  • Ecologia
  • Economia
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Engenharia Civil e Ambiental
  • Engenharia da Computação
  • Engenharia de Alimentos
  • Engenharia de Energias Renováveis
  • Engenharia de Materiais
  • Engenharia de Produção
  • Engenharia de Produção Mecânica
  • Engenharia Elétrica
  • Engenharia Mecânica
  • Engenharia Química
  • Estatística
  • Farmácia
  • Filosofia
  • Física
  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia
  • Geociências
  • Gestão de Negócios
  • História
  • Hotelaria
  • Letras
  • Matemática
  • Medicina
  • Medicina Veterinária
  • Música
  • Nutrição 
  • Odontologia
  • Pedagogia
  • Psicologia
  • Química 
  • Relações Internacionais
  • Secretariado Executivo Bilíngue
  • Serviço Social
  • Sistema de Informação
  • Teatro
  • Tecnologia de Alimentos
  • Tecnologia de Produção Sucroalcooleira
  • Terapia Ocupacional
  • Turismo
  • Zootecnia

Campi e estrutura UFPB

A UFPB possui quatro campi distribuídos em diferentes municípios no estado da Paraíba, sendo eles: João Pessoa, Areia, Bananeiras e Rio Tinto e Mamanguape. Veja abaixo mais detalhes sobre as estruturas da instituição.

João Pessoa

O campus de João Pessoa está localizado na cidade costeira próxima à foz do rio Paraíba e possui mais centros de ensino do que as demais unidades, contabilizando 13 centros e 50 cursos de graduação. Nesta unidade, encontra-se a sede e a reitoria da instituição, além de laboratórios, hospitais e áreas de vivência.

Areia

Localizado a 125 km de João Pessoa, o campus Areia possui o Centro de Ciências Agrárias (CCA), a primeira unidade da Escola de Agronomia do Nordeste, sete departamentos e um hospital. Neste campus, concentra-se o Hospital Veterinário da Universidade Federal da Paraíba, o maior hospital do segmento do estado.

Bananeiras

A unidade de Bananeira está a 132 km da cidade de João Pessoa, e é composta pelo Centro de Ciências Humanas Sociais e Agrárias (CCHSA). Além disso, possui seis departamentos e o Colégio Agrícola Vidal de Negreiros (CAVN).

Rio Tinto e Mamanguape

A apenas 70 km de João Pessoa, o campus Rio Tinto e Mamanguape possui o Centro de Ciências Aplicadas e Educação (CCAE). Nesta região, devido ao vale fértil do Rio Mamanguape, há grandes produtores de commodities agrícolas e diversas áreas históricas.

Oportunidades da UFPB

Como citado anteriormente, os campi da UFPB apresentam cursos diversos, hospitais, laboratórios, instalações elétricas e hidráulicas, máquinas e equipamentos, marcenaria e mais, que buscam agregar na formação acadêmica, profissional e pessoal dos estudantes.

Auxílios e permanência estudantil

A universidade oferece diversas formas de auxílio para auxiliar as atividades e promover um melhor desenvolvimento dos estudantes durante os estudos e permanência na instituição. Veja quais são:

  • Programa Bolsa Permanência (PBP): ajudar na permanência dos estudantes em condição de vulnerabilidade socioeconômica em cursos de graduação na modalidade presencial;
  • Apoio ao Estudante com Deficiência: apoio pedagógico aos estudantes com deficiência através de acompanhamento de um estudante bolsista (chamado apoiador) do mesmo curso ou área que o estudante com deficiência;
  • Apoio em Eventos: oferece passagem e inscrição ao estudante em condição de vulnerabilidade socioeconômica os seguintes apoios para participação em eventos 
  • Auxílio Restaurante Universitário: acesso livre ao restaurante universitário para almoço e/ou jantar em dias letivos;
  • Auxílio Alimentação: destinado aos discentes das unidades acadêmicas que não dispõem do serviço de restaurante universitário, no valor de R$ 360,00 mensal;
  • Auxílio Transporte: ajuda de custo aos estudantes para locomoção no trajeto residência-UFPB e UFPB-residência;
  • Auxílio Residência Universitária: concessão de acesso e uso das dependências da Residência Universitária, acesso às refeições do Restaurante Universitário e uma prestação pecuniária para custeio da alimentação nos finais de semana, materiais de higiene pessoal e material de apoio pedagógico e destina-se aos estudantes que vieram residir na cidade sede do curso matriculado, exclusivamente, para cursar a primeira graduação, no valor de R$  400,00 para os Campus I da RUMF, Campus II e Campus III, e de  R$ 580,00 para os Campus I da RUFET e Campus IV;
  • Auxílio Pré-escolar: ajuda de custo para creche ou cuidador particular ao aluno com filho menor de 6 anos de idade, no valor de R$ 250,00 mensal; e
  • Auxílio Moradia: para estudantes que vieram residir na cidade-sede do curso matriculado, exclusivamente, para cursar a graduação, no valor de R$ 600,00 mensal.

Baixe grátis o e-book sobre permanência estudantil

O e-book “Passei na Federal! E agora?” é um guia completo que reúne todas as políticas de permanência estudantil oferecidas por cada uma das universidades federais brasileiras. A equipe do Estratégia Vestibulares separou as informações por região e você ainda pode clicar para consultar a página do órgão que cuida dos programas de permanência em cada instituição.

Além disso, você terá breves explicações sobre alguns tipos de assistência, como auxílio transporte, auxílio financeiro, auxílio material didático, moradia e restaurante universitário e é possível saber quais os requisitos são exigidos para ser um beneficiário de uma política de permanência estudantil e como concorrer às que estão disponíveis na universidade que você deseja ingressar.

Clique no banner abaixo e faça o download gratuito do e-book “Passei na Federal! E agora?”.

Confira os cursos Enem do Estratégia Vestibulares

O Estratégia Vestibulares oferece cursos e simulados preparatórios para o Enem desenvolvidos de forma exclusiva e voltada para a banca do exame. Acesse abaixo e saiba mais sobre nossos benefícios para te ajudar a ingressar na universidade dos seus sonhos!

EV - CTA - Turma do Meio do Ano - Ultimo Lote 2024

Veja também:

Você pode gostar também