Pirâmide etária: o que é, demografia, usos e exercícios

Pirâmide etária: o que é, demografia, usos e exercícios

A pirâmide etária é um importante indicador da demografia. Por meio de representações gráficas é possível observar qual faixa etária é mais expressiva em uma população e, a partir disso, criar os programas sociais, adequar a previdência e ajustar campanhas sanitárias.

A importância desses dados é tão grande que as pirâmides etárias aparecem com frequência nos vestibulares de todo o país. Então, leia este artigo, fortaleça seu conhecimento sobre a demografia e acompanhe, ainda, a resolução de questões do Enem sobre o assunto!

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

O que é pirâmide etária?

Pirâmide etária é o nome dado para um gráfico de barras que separa uma população conforme a faixa de idade. Em geral, esse gráfico é dividido também por gênero feminino e masculino, quantificando a porcentagem de mulheres e homens em cada faixa etária. 

Em geral, as barras que ficam mais próximas do eixo X representam as menores idades, de forma que o eixo das ordenadas é crescente em relação às faixas etárias. Assim, quanto mais alta for a pirâmide, maior a idade que a população em questão atinge.

Nas abscissas está contido, então, a porcentagem da população ou número absoluto de pessoas. Dessa maneira, quanto mais larga for quantidade de pessoas na idade A, maior o comprimento da barra. Lembre-se de que essas porcentagem aparecem para homens e mulheres, ou seja, é positiva para ambos os lados. 

Observe a imagem abaixo para consolidar o conteúdo!

exemplo de pirâmide etária
Imagem: Reprodução/Wikimedia

A pirâmide etária acima representa a distribuição de idades da população mundial no ano de 2018. As barras marcam o número de pessoas em valores absolutos, quanto mais longe do centro, maior o comprimento desse gráfico e, por fim, maior o número de pessoas no grupo.

Note que a graduação no eixo X mostra a quantidade de indivíduos em cada gênero. Podemos observar, por exemplo, que a população feminina e masculina é semelhante na faixa etária entre zero e quatro anos. Ambas as barras terminam entre 300 e 400 milhões de pessoas.

Como o gráfico foi construído com um intervalo de cem milhões de pessoas entre cada nível, fica difícil quantificar qual a diferença entre ambas faixas de idades. Apesar disso, uma análise mais detalhada deixa claro que, para as pessoas com menos de quatro anos, existem mais meninos do que meninas.

Outro ponto importante a ser estudado é a altura da pirâmide. Note que a faixa etária mais alta é quantificada acima dos cem anos. Perceba que, com o aumento do eixo Y, menores são o comprimento das barras em ambos os gêneros. 

Esse fator pode ser explicado, em geral, pela mortalidade da população, que torna-se mais expressiva quanto mais velhos forem os indivíduos. Nesse sentido, povos que possuem uma qualidade de vida melhor, terão maior expectativa de vida e poderão ter mais indivíduos no topo da pirâmide, como veremos nos tópicos a seguir. 

Tipos de pirâmide etária 

As pirâmides etárias podem ser classificadas conforme o formato do gráfico. Geralmente, quanto mais uma população envelhece, o topo do desenho torna-se mais alargado. De modo semelhante, nos países em que a qualidade de vida é instável, a população fica concentrada na porção mais baixa do diagrama.

Diante desses tipos de pirâmide etária, existe uma graduação que permite entender a evolução de uma sociedade ao longo do tempo. É esperado que a população comece com uma concentração maior de crianças e jovens.

No passar de anos, mudanças e desenvolvimentos, a taxa de natalidade e fecundidade torna-se menor, com a emancipação feminina e maior planejamento familiar. Ao mesmo tempo, o acesso à informação e recursos sanitários básicos favorecem uma qualidade de vida melhor para os indivíduos. Com isso, observa-se que o número de adultos passa a ser mais significativo que o de crianças, enquanto que a pirâmide torna-se cada vez mais alta (população mais velha).

Com base nessas informações, são traçados quatro tipos principais de gráficos etários, como você pode acompanhar a seguir.

Pirâmide jovem

A base da pirâmide é muito alargada, o topo é relativamente baixo e estreito. Em geral, está associada às altas taxas de natalidade, pouca expectativa e qualidade de vida que são características observadas em países subdesenvolvidos.

Pirâmide adulta

Quando a taxa de natalidade entra em queda, observa-se um leve estreitamento da base, enquanto o meio da pirâmide fica mais largo, fruto de uma alta natalidade do período anterior. O Brasil é um país que está passando por essa transição, com aumento da expectativa e da qualidade da vida social, como é típico de nações em desenvolvimento.

É importante que, nesse momento, os governos se apliquem no desenvolvimento de ciências e aumento da profissionalização, assim, aproveita-se a ampla mão de obra disponível. Muitos especialistas citam que esse pode ser um período crucial para o crescimento de uma nação.

Pirâmide envelhecida

Os países desenvolvidos apresentam uma pirâmide mais larga em seu topo, ao mesmo tempo em que a base é bem mais estreita do que nas outras nações. A porcentagem de idosos é expressiva, assim como os adultos predominam, demonstrando um bom desenvolvimento social e significativo planejamento familiar.

Nesse caso, as ações governamentais devem visar a ampliação do programa de previdência e aprimoramento das questões de saúde, para tratar dessa população idosa que demanda de maiores cuidados médicos, comumente.

Pirâmide rejuvenescida

Por vezes, o envelhecimento populacional é tão expressivo que a população idosa não pode mais ser bem sustentada com os recursos gerados pela população adulta trabalhadora. Nesse momento, os países tendem a incentivar a natalidade, para renovar a mão de obra empregatícia. Com isso, observa-se uma pirâmide alta, com grande quantidade de idosos, mas também com barras crescentes em sua base.

Questão do Enem sobre pirâmides etárias

Enem 2018

questão do Enem - pirâmide etária

A evolução da pirâmide etária apresentada indica a seguinte tendência:

a) Crescimento da faixa juvenil.
b) Aumento da expectativa de vida.
c) Elevação da taxa de fecundidade.
d) Predomínio da população masculina.
e) Expansão do índice de mortalidade.

Alternativa correta: B. Observe que a quantidade de indivíduos no topo da pirâmide aumenta progressivamente, o que indica maior idade da população, ou seja, maior expectativa de vida.

Aprenda mais sobre ciências humanas para o vestibular!

Se quiser aprender mais sobre geografia, história, questões sociais e demográficas, além de conhecer as questões sobre esse tema no seu vestibular, assine os cursos preparatórios do Estratégia Vestibulares e tenha acesso aos materiais didáticos em pdf, com questões comentadas e muita explicação sobre humanas e todas as outras áreas do conhecimento! Clique no banner e saiba mais.

EV - CTA turma do meio do ano 2024

 Veja também:

Você pode gostar também