Faculdade de Medicina Veterinária: como é o curso, carreira, grade curricular e mais

Faculdade de Medicina Veterinária: como é o curso, carreira, grade curricular e mais

Saiba tudo sobre a graduação que forma profissionais que cuidam diretamente da saúde dos animais e indiretamente da saúde humana

Se você é um apaixonado por animais, certamente já foi aconselhado a cursar uma faculdade de Medicina Veterinária. O curso que forma profissionais para atuar na prevenção e recuperação da saúde dos animais é muito mais amplo do que parece e oferece possibilidades de trabalho em outros setores além da clínica veterinária.

O Portal Estratégia Vestibulares preparou um artigo completo com informações sobre o curso, grade curricular, carreira, expectativas e muito mais sobre a Medicina Veterinária. Então, se você é um aspirante a médico veterinário ou tem curiosidade sobre a área, vem com a gente! 

Leia também:

Faculdade de Nutrição: áreas de atuação, grade curricular e mais!
– Faculdade de Química: grade curricular, mercado de trabalho e realidades do curso
– Psicologia: curso, carreira, mercado, salários e mais

Inscreva-se em nossa newsletter🦉

Receba dicas de estudo gratuitas e saiba em primeira mão as novidades sobre o Enem, Sisu, Encceja, Fuvest e outros vestibulares!

O que é Medicina Veterinária?

Em síntese, a profissão é uma das muitas áreas do conhecimento ligada à manutenção e à restauração da saúde.

E que a Medicina Veterinária é muito associada ao seu trabalho no cuidado com a saúde dos animais domésticos, principalmente os de pequeno porte, você provavelmente já sabe. Mas sabia que essa associação remonta ao começo da vida humana em sociedade e à domesticação de animais? Um exemplo, é o “Papiro de Kahoun”, encontrado no Egito no final do século XIX, que descreve tratamentos e cura de animais há 4 mil anos a.C.

Já como curso profissional, a Medicina Veterinária surgiu em 1762, com a criação da primeira escola voltada para a área na França. No Brasil, por sua vez, as primeiras graduações foram criadas na Escola Superior de Agricultura e Veterinária e na Escola de Veterinária do Exército, em 1910, na cidade do Rio de Janeiro — então Capital Federal do País.

Como funciona o curso de Medicina Veterinária?

As Diretrizes Nacionais do Curso de Bacharelado em Medicina Veterinária, instituídas pelo Ministério da Educação (MEC), determinam que a carga horária mínima do curso é de quatro mil horas. Como esse tempo é distribuído na grade curricular, fica a critério das instituições de ensino. O curso da Universidade Estadual Paulista (Unesp), por exemplo, dura cinco anos e as aulas são em período integral.

As Diretrizes do MEC são documentos que as universidades e institutos precisam considerar durante a criação de um curso. No caso de Medicina Veterinária, essas normas não exigem o trabalho de conclusão de curso (TCC), mas apenas o estágio supervisionado obrigatório nos últimos dois semestres de graduação. 

+ 50 melhores cursos de Medicina Veterinária do Brasil, segundo o MEC

Grade curricular de Medicina Veterinária

As Diretrizes que regem os cursos de graduação em Medicina Veterinária ainda determinam conteúdos básicos, específicos e teórico-práticos para serem considerados na criação da grade curricular por cada instituição de Ensino Superior, que assegurem a formação de um profissional generalista. Confira algumas das disciplinas:

Conteúdos básicos:

  • Ciências Humanas e Sociais;
  • Biofísica;
  • Gestão em Serviços de Saúde;
  • Bioestatística;
  • Morfofisiologia;
  • Metodologia Científica;
  • Bioinformática.

Conteúdos específicos:

  • Fisiologia dos Animais;
  • Genética Animal;
  • Farmacologia Veterinária;
  • Zootecnia e Produção Animal;
  • Anatomia e Exterior dos Animais;
  • Nutrição Animal;
  • Tecnologia dos Produtos de Origem Animal.

Áreas de atuação e mercado de trabalho de Medicina Veterinária

Apesar de ser majoritariamente associada aos animais domésticos, a Medicina Veterinária é uma ciência médica que tem a função de prevenir doenças e restaurar a saúde também dos animais silvestres, sejam de pequeno ou grande porte. 

Além disso, os profissionais da área também podem atuar na preservação da saúde pública, trabalhando no controle de zoonoses, prevenindo a propagação de doenças que acometem animais e podem ser transmitidas aos seres humanos. E ainda, monitorando a produção de produtos de origem animal feitos para o consumo humano. Conheça algumas possibilidades de trabalho que a profissão oferece:

  • Clínicas veterinárias para animais de estimação;
  • Área de tecnologias e inspeção de produtos de origem animal;
  • Fazendas e zoológicos;
  • Laboratórios de controle microbiológico e físico-químico de alimentos;
  • Órgãos federais (como o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento);
  • Indústrias de produção de medicamentos e vacinas.

O professor Rogério Martins Amorim, coordenador do curso de Medicina Veterinária da Unesp Botucatu, avalia que a área de trabalho mais procurada por novos veterinários é a de pequenos animais “o mercado pet no Brasil é o segundo maior do mundo e, neste contexto, consegue absorver a maioria destes médicos veterinários. Porém, com o número excessivo de faculdades de Medicina Veterinária por aqui, a inserção destes profissionais recém-formados está ficando cada vez mais difícil”.

Em contrapartida, ainda de acordo com o docente, uma área que sofre com a escassez de veterinários é a sanidade de suínos, aves e peixes.

Carreira acadêmica

Para o médico veterinário interessado em seguir uma carreira acadêmica, é necessário continuar os estudos no mestrado e doutorado, podendo, já durante essas etapas, exercer a função de professores universitários e pesquisadores.

Órgãos como o Instituto Brasileiro de Veterinária (IBvet) também oferecem oportunidades para pesquisadores do ramo veterinário.

Perfil profissional: características e diferenciais de um veterinário

Em suas Diretrizes, o MEC exige que os cursos de graduação em Medicina Veterinária ofereçam uma formação  “generalista, humanista, crítica e reflexiva, apto a compreender e traduzir as necessidades de indivíduos, grupos sociais e comunidades, com relação às atividades inerentes ao exercício profissional”.

Além disso, os profissionais formados por essa graduação serão dotados de conhecimentos para desenvolver ações e resultados voltados à área de Ciências Agrárias e da Saúde no que se refere à Produção Animal, Produção de Alimentos, Saúde Animal, Saúde Pública e Saúde Ambiental.

Expectativas e realidades da Medicina Veterinária

Criar expectativas sobre o curso para o qual você está prestando o vestibular é mais do que natural, por isso, é importante conhecer bem a realidade da graduação em questão, para no fim escolher o que mais combina com você, e no caso da Medicina Veterinária não é diferente.

Ainda de acordo com o professor Rogério, “muitos estudantes têm a expectativa de trabalhar com animais selvagens. Contudo, ao longo do curso percebem que os currículos da maioria dos cursos de Medicina Veterinária não contempla adequadamente esta área e que o mercado de trabalho ainda é muito restrito”.

Principais universidades que oferecem o curso de Medicina Veterinária

  • Universidade Estadual Paulista (Unesp);
  • Universidade de São Paulo (USP);
  • Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS);
  • Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG);
  • Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ);
  • Universidade de Brasília (UnB);
  • Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC); e
  • Universidade Federal do Paraná (UFPR).

Cursos próximos a Medicina Veterinária

Agronomia 

O curso de Agronomia forma profissionais para atuar na produção agrícola e pecuária, trabalhando diretamente com a qualidade da produção de rebanhos, lavouras e produtos agroindustriais. 

E para aqueles que não se interessam tanto pela atividade no campo, a formação como agrônoma oferece possibilidades de trabalho em escritórios de gestão ou assessorando do agronegócios, órgãos do governo e empresas e indústrias alimentícias.

Saiba mais:  Faculdade de Agronomia: curso, grade curricular, carreira e mais

Zootecnia

O zootecnista é o profissional responsável pela criação, conservação e produção animal, com foco em animais domésticos e selvagens, mas também atuando com animais de companhia e esporte, em fazendas, indústrias, fábricas e centros de pesquisas.

Esse profissional também trabalha na conservação e preservação da fauna, buscando a melhoria do meio ambiente para desenvolvimento dos animais, exercendo um papel fundamental na atividade agropecuária.

Saiba mais: Faculdade de Zootecnia: curso, grade curricular, carreira e mais

Conquiste sua aprovação com o Estratégia Vestibulares

Sonha em ser veterinário e quer estudar na faculdade dos seus sonhos? Conquiste a sua vaga estudando com o Estratégia Vestibulares! 

Conte com professores especializados nas bancas dos maiores vestibulares do País, além de material e Banco de Questões completos, atualizados e focados na prova. Com a Coruja você também tem revisões de véspera, monitorias, correções ilimitadas de redações e muito mais vantagens.

EV - CTA Campanha Volta às Aulas - Último Lote
Você pode gostar também